Polícia

10 de novembro de 2016 15:25

Policiais civis deflagram nova paralisação de 24 horas nesta sexta-feira (11)

Categoria também participa da manifestação unificada com os servidores públicos contra a PEC 55 do que tramita no Senado

Os policiais civis deflagrarão nova paralisação de 24 horas nesta sexta-feira (11). A categoria paralisará os trabalhos das delegacias, das distritais, das centrais, das especializadas, das regionais e dos setores da Polícia Civil em todo o Estado de Alagoas, em resposta ao descaso do governo com as reivindicações dos policiais civis.

Na paralisação de 24 horas, os policiais civis também participarão da manifestação unificada com os servidores públicos contra a PEC 55/2016 (PEC 241/2016 na Câmara) que desmonta os serviços públicos, congelando salários e investimentos públicos por 20 anos.

Mobilização

Os policiais civis estão mobilizados, desde o ano passado, pela valorização por meio da pauta de reivindicações que contém 23 itens. Entre os principais pleitos, o reajuste do piso salarial de acordo com as categorias do nível superior da segurança pública de Alagoas, a revisão do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS), o pagamento de risco de vida e de insalubridade, o fim do desvio de função que é a custódia de preso, o plano de saúde mantido pelo Estado. O Governo de Alagoas não concedeu nenhum dos itens à categoria.

A categoria também repudia a falta de verdade do Governo do Estado que diz que os policiais obtiveram conquistas, quando, na verdade, vem retirando direitos conquistados nos governos anteriores. O Sindpol revela que o Governo do Estado deve o reajuste do piso salarial, 1,4% do IPCA de 2015 e 10,48% de 2016, o pagamento retroativo das progressões, bem como não reconhece o risco de vida dos policiais civis. “Além disso, os policiais estão com coletes balísticos vencidos, e as delegacias são precárias, insalubres e superlotadas de presos”, revela o sindicato.

(Imagem: Assessoria / Sindpol)

Fonte: Assessoria / Sindpol

Comentários

MAIS NO TH