Mundo

26 de novembro de 2021 09:11

Israel detecta nova variante de Covid descoberta na África do Sul

País impediu a entrada de pessoas da África do Sul, do Malauí, de Moçambique e mais 4 países. Reino Unido, Alemanha e Itália já anunciaram restrição a voos de países do sul da África.

↑ (Imagem: GETTY IMAGES)

O Ministério da Saúde de Israel anunciou nesta sexta-feira (26) a detecção de um caso da nova variante de Covid-19 descoberta na África do Sul, a B.1.1.529, e bloqueou a entrada de pessoas de sete países africanos.

“A variante descoberta nos estados do sul da África foi identificada em Israel. Trata-se de uma pessoa que veio do Malauí“, informou o ministério, que também analisa outros dois casos de pessoas que chegaram do exterior e estão confinadas.

As três pessoas já estavam vacinadas contra a Covid-19, informou o ministério em um comunicado.

O anúncio foi feito um dia após o Reino Unido restringir viagens à África do Sul e mais cinco países do continente após a descoberta da variante e no dia em que a Comissão Europeia propôs aos 27 países membros da União Europeia a suspensão dos voos do sul da África.

Antes mesmo da reunião do bloco europeu, a Alemanha já anunciou que não aceitará a entrada de viajantes procedentes da África do Sul e a Itália informou a proibição de entrada em seu território de qualquer pessoa que esteve em 7 nações do sul da África nos últimos 14 dias.

O governo israelense colocou 7 nações africanas em sua lista vermelha sanitária (dos quais estrangeiros estão proibidos de viajar para o país): África do Sul, BotsuanaEswatiniLesotoMoçambiqueNamíbia Zimbábue.

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, convocou uma reunião de emergência com autoridades da saúde para examinar a situação e os riscos, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) também faz uma reunião nesta sexta para a nova variante.

Fonte: France Presse

Comentários

MAIS NO TH