Mundo

11 de outubro de 2020 20:13

Infectologista critica manipulação de fala em vídeo de campanha de Donald Trump

Assessor da Casa Branca, Anthony Fauci disse que nunca apoiou publicamente nenhum candidato e que comentário elogiando resposta do presidente à pandemia foi tirado de contexto

↑ Anthony Fauci, médico conselheiro da Casa Branca (Foto: Al Drago / Reuters)

O infectologista Anthony Fauci, assessor da Casa Branca durante a pandemia e muito respeitado nos Estados Unidos, expressou neste domingo (11) insatisfação depois que comentários seus foram manipulados em um vídeo de campanha de Donald Trump para dar a entender que o especialista apoia a condução da crise sanitária pelo presidente americano.

“Em quase cinco décadas de serviço público, nunca apoiei publicamente nenhum candidato”, assinalou o diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, em comunicado enviado à rede de TV CNN.

O vídeo, de 30 segundos, destaca a experiência pessoal de Trump com o vírus e inclui um breve trecho de uma entrevista com Fauci que sugere que ele estaria elogiando a resposta do presidente à pandemia. “Não consigo imaginar que alguém possa estar fazendo mais”, diz o médico na passagem editada.

“As declarações que a equipe de campanha do partido republicano atribuiu a mim sem autorização foram tiradas de contexto, a partir de um comentário que fiz meses atrás sobre os esforços dos funcionários de saúde federais”, afirmou.

Como membro do grupo de trabalho da Casa Branca sobre o coronavírus, Fauci, 79, reconhecido internacionalmente, já teve que corrigir cuidadosamente o presidente americano em comentários do republicano sobre as futuras vacinas ou tratamentos contra a Covid-19.

Trump disse estar ‘imune’ à Covid-19

Trump declarou nas redes sociais neste domingo que está “imune” à Covid-19 e recebeu uma alerta do Twitter por violar as regras da plataforma sobre disseminação de informações mentirosas e potencialmente prejudiciais relacionadas ao vírus.

Antes, em uma entrevista por telefone, ele deu a entender que seu opositor, o candidato Joe Biden, estaria doente.

“Aprovação total dos médicos da Casa Branca ontem. Isso significa que eu não posso pegar (imune) e não posso passar. Muito bom saber”, postou Trump nas redes sociais.

Mais cedo, ele deu uma entrevista por telefone a uma emissora de TV americana e também afirmou que estava imune.

“Parece que estou imune, não sei, talvez por muito tempo, talvez por pouco tempo, talvez por toda a vida. Ninguém sabe realmente, mas estou imune”, disse Trump à Fox News.

A questão da imunidade à Covid-19 em pessoas que contraíram o vírus ainda não está totalmente clara. O grau de proteção oferecido pelos anticorpos ou a duração de qualquer grau de imunidade não é conhecido com precisão.

Fonte: AFP

Comentários

MAIS NO TH