Mundo

27 de julho de 2020 23:30

Pfizer-BioNTech iniciam estudo avançado com principal potencial vacina contra Covid-19

Estudo deve incluir cerca de 120 locais por todo mundo e poderia envolver até 30 mil participantes

↑ Foto: Reuters

A empresa alemã de biotecnologia BioNTech e a farmacêutica norte-americana Pfizer Inc anunciaram nesta segunda-feira que começarão um importante estudo global para avaliar sua principal candidata à vacina para a Covid-19.

Se o estudo for bem-sucedido, as empresas poderão submeter a vacina à aprovação regulatória já em outubro, encaminhando uma possível produção de até 100 milhões de doses até o final de 2020 e 1,3 bilhão até o final de 2021.

Cada paciente recebe duas doses do protótipo da vacina para ajudar a impulsionar a imunidade, dessa maneira as primeiras 100 milhões de doses vacinariam cerca de 50 milhões de pessoas.

O estudo deve incluir cerca de 120 locais por todo mundo e poderia envolver até 30 mil participantes. Regiões muito afetadas pela Covid-19 devem participar.

“O início da fase 2/3 do estudo é um importante passo para frente no nosso progresso em direção a fornecer a potencial vacina para ajudar na luta contra a atual pandemia de Covid-19”, disse Kathrin Jansen, chefe de Pesquisas e Desenvolvimento de Vacinas na Pfizer.

O estudo aprofunda o desenvolvimento da mais promissora candidata à vacina da Pfizer, chamada pela empresa de BNT162b2. Estudos anteriores descartaram outras vacinas potenciais.

A Pfizer já concordou em vender 100 milhões de doses de sua vacina ao governo dos Estados Unidos, oferecendo uma opção de compra de mais 500 milhões. A empresa também está em negociação com outros governos, inclusive com a União Europeia.

Fonte: Reuters

Comentários

MAIS NO TH