Mundo

13 de setembro de 2019 16:54

No sul da Espanha, chuva causa inundações, fecha dois aeroportos e deixa mortos

Três pessoas morreram e os aeroportos de Almeria e Múrcia foram fechados; turistas também ficaram retidos no aeroporto de Alicante

↑ Equipe de resgate leva pessoas que haviam ficado presas em um túnel em meio a uma enchente devido a fortes chuvas em Pilar de la Horada, na Espanha (Foto: Sergio Perez / Reuters)

As chuvas torrenciais que atingem o sul da Espanha há dois dias deixaram três mortos e túneis inundados, além de terem causado o fechamento de dois aeroportos, de redes ferroviárias e de estradas nesta sexta-feira (13), informou a agência de notícias Reuters.

A forte precipitação nas regiões de Valência e Murcia varreu carros e destroços e forçaram a retirada de centenas de pessoas, inclusive de rodovias inundadas.

Os aeroportos de Almeria e Múrcia foram fechados, disse a operadora espanhola de aeroportos Aena, e turistas também ficaram retidos no aeroporto de Alicante.

“Estamos na fila aqui há quatro ou cinco horas, é muito difícil chegar ao banheiro, impossível conseguir algo para comer”, disse Haydn Harding, turista de 78 anos da Irlanda do Norte, em Alicante.

O homem que morreu na cidade andaluz de Almeria nesta sexta-feira (13) havia tentado atravessar um túnel de carro, disseram serviços de resgate. Dois irmãos morreram na quinta (12), quando uma chuva torrencial arrastou seu carro.

Embora o clima pareça estar se estabilizando, várias regiões do sudeste continuam em alerta, e rios como o Segura, que já transbordou na cidade de Orihuela, em Alicante, ainda podem inundar a cidade de Murcia, disse a agência local de recursos hídricos.

As autoridades recomendaram aos cidadãos das áreas afetadas que fiquem em casa e evitem sair de carro.

Fonte: Reuters e G1 / Texto: Jon Nazca e Marco Trujillo

Comentários

MAIS NO TH