Mundo

21 de julho de 2019 10:12

Tripulação de petroleiro britânico capturado está a salvo

Embaixador iraniano afirmou em uma rede social que o país está firme e pronto para diferentes cenários

↑ O petroleiro Stena Impero, capturado pela Guarda Revolucionária do Irã, em foto não datada — Foto: Stena Bulk via AP

A tripulação do petroleiro britânico Stena Impero, que foi capturado pelo Irã, está a salvo e em boas condições de saúde segundo o diretor da entidade responsável por portos da região onde a embarcação está atracada, Alahmorad Afifipur.

O barco foi apreendido na sexta-feira (19) no Estreito de Ormuz, perto do Irã.

Os 23 membros da tripulação, majoritariamente indianos, permanecem no navio, que está em uma zona segura do porto da cidade de Bandar Abbas, disse Afifipur à televisão estatal do Irã.

O diretor afirmou que a embarcação e a tripulação não correm perigo e que suas necessidades serão atendidas.

O tempo que a investigação em curso pode levar depende das apurações, da colaboração da tripulação e do acesso às provas, disse ele: “Tentaremos coletar todas essas informações o mais rápido possível”.

Os iranianos afirmam que investigam o Stena Impero por colidir com um barco pesqueiro e não responder aos seus sinais de advertência, assim como por navegar por uma via errada no Estreito de Ormuz e desligar seu localizador, embora também haja um cenário político.

Barco cumpriu regras, dizem britânicos

A empresa Stena Bulk, proprietária do petroleiro, negou que o navio, que se dirigia dos Emirados Árabes Unidos a um porto da Arábia Saudita, descumpriu as normas de navegação.

A retenção da embarcação gerou uma crise diplomática entre Teerã e Londres e aumentou a tensão no golfo Pérsico, onde nos últimos meses ocorreram vários incidentes com navios e drones.

Irã está firme e pronto, diz embaixador

O embaixador do Irã em Londres, Hamid Baeidinejad , escreveu em uma rede social que o Reino Unido precisa controlar as forças politicas domésticas que querem uma escalada da tensão que transcenda o tema dos barcos.

“Isso é bastante perigoso e imprudente em um momento sensível na região”, ele afirmou. O Irã está firme e pronto para cenários diferentes, disse Baeidinejad.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH