Mundo

7 de junho de 2019 16:58

Presidente dos Estados Unidos vê ‘boa chance’ de acordo sobre imigração com México

Caso não cheguem a acordo, EUA vão começar a taxar os produtos mexicanos a partir de segunda-feira

↑ Melania e Donald Trump embarcam no Air Force One rumo a Washington após visita à Europa (Foto: Carlos Barria / Reuters)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (7) que “há uma boa chance” de que a Casa Branca consiga chegar a um acordo com o México sobre imigração. Entretanto, o governo norte-americano mantém os planos de aplicar tarifas de importação sobre produtos do país vizinho na próxima semana.

Trump ameaçou impor taxas sobre todas as importações mexicanas, começando com 5%, a partir de 10 de junho, se o governo do país latino-americano não concordar em fazer mais para combater um aumento dos imigrantes da América Central que cruzam o México rumo aos EUA.

As detenções de imigrantes na fronteira entre EUA e México atingiram em maio maior nível em uma década.

Nesta sexta-feira, os dois lados iniciaram um terceiro dia de negociações em Washington para tentarem um acordo.

“Se conseguirmos fazer um acordo com o México, e há uma boa chance de que faremos, eles começarão a comprar produtos agrícolas em altas quantidades, começando imediatamente”, escreveu Trump no Twitter.

“Se não conseguirmos fazer o acordo, o México começará pagando tarifas de 5% na segunda-feira!”, concluiu o presidente norte-americano.

Em uma tentativa de agradar Trump, o México anunciou na quinta-feira o deslocamento de cerca de 6 mil soldados da Guarda Nacional rumo à fronteira com a Guatemala – país de onde sai parte do fluxo de migrantes centro-americanos rumo aos EUA.

Pressão contra o México

O peso mexicano, duramente atingido por temores de uma guerra comercial com seu maior mercado, subia cerca de 0,4% em relação ao dólar após o tuíte de Trump.

Marc Short, chefe de gabinete do vice-presidente norte-americano, Mike Pence, disse nesta sexta-feira que os EUA estão avançando com uma notificação legal das tarifas sobre produtos mexicanos. “Você deve esperar que isso aconteça ainda hoje”, disse ele na Casa Branca.

Trump, que tem criticado o que descreve como um surto de imigrantes na fronteira entre EUA e México, alertou que as tarifas iniciais sobre os produtos mexicanos serão elevadas mensalmente até 25% se o acordo de migração não se materializar. Veja o calendário:

Taxação de 5% a partir de 10 de junho;
10% a partir de 1º de julho;
15% a partir de 1º de agosto;
20% a partir de 1º de setembro;
25% a partir de 1º de outubro;
Permanecer em 25% indefinidamente.

Fonte: Reuters e G1

Comentários

MAIS NO TH