Mundo

31 de dezembro de 2018 16:55

Em discurso de Ano Novo, presidente da China diz que ritmo das reformas não irá estagnar

Xi não mencionou guerra comercial com Estados Unidos, se limitando a dizer que 2019 trará “oportunidades e desafios”

↑ Foto: Reprodução

O ritmo das reformas na China não vai estagnar e a porta para o mundo exterior estará ainda mais aberta em 2019, disse o presidente Xi Jinping nesta segunda-feira em seu discurso de Ano Novo, no qual também alertou para os desafios futuros.

Por repetidas vezes Xi ressaltou a importância das reforma neste ano, uma vez que a China completa 40 anos desde as mudanças marcantes em seu modelo econômico, e em meio a uma pressão crescente para melhorar o acesso ao mercado para empresas estrangeiras e a uma vigente guerra comercial com os Estados Unidos.

Em um discurso transmitido por todos os principais meios de comunicação estatais, Xi disse que em 2018 a China conseguiu levar adiante mais de 100 importantes medidas reformistas.

“O mundo viu uma China cujas reformas e abertura ganharam velocidade…”, disse Xi. “O ritmo das nossas reformas não vai estagnar, e a porta da abertura econômica se ampliará ainda mais.”

Xi não mencionou especificamente a guerra comercial com os Estados Unidos, se limitando a dizer que 2019 trará “oportunidades e desafios”.

“À medida que abrimos os olhos para dialogar com o mundo, nos deparamos com grandes mudanças, mudanças não vistas em 100 anos”, acrescentou, sem detalhamentos.

“Não importa como a situação internacional mude, a confiança e a determinação da China em salvaguardar a soberania nacional e a segurança não mudarão. A sinceridade e a boa vontade da China em manter a paz mundial e promover o desenvolvimento comum não mudarão”.

Fonte: Reuters

Comentários