Mundo

9 de fevereiro de 2017 09:49

Mãe se declara culpada por permitir morte de filho nos Estados Unidos

Oriana García se declarou culpada em audiência em tribunal de Maryland de permitir que seu então namorado matasse em 2015 seu filho Jack

Oriana Iris García, de 27 anos, se declarou culpada durante audiência no tribunal de Hagerstown, no estado de Maryland (EUA), de permitir que seu então namorado, Robert Leroy Wilson, matasse em 2015 seu filho de nove anos, Jack García, porque a criança comeu um pedaço de bolo de aniversário sem permissão.

O menino morreu em 5 de julho de 2015 após permanecer seis dias internado em estado grave. Na época, os médicos disseram que a criança apresentava lesões em diferentes partes do corpo, como cabeça, coluna vertebral e abdômen.

A promotoria pediu 20 anos de cadeia e outros 10 anos de liberdade condicional para Oriana. O juiz divulgará a sentença no dia 31 de março. Acusado pelo assassinato, Robert Wilson foi condenado no ano passado a 30 anos de cadeia.

O irmão de Oriana e tio do menino, Jacob Barajas, também será julgado pelo crime. Em setembro do ano passado, Jacob se declarou culpado de abuso infantil premeditado.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH