Mundo

13 de outubro de 2016 15:59

Dezenas de voos são cancelados na Argentina por greve

Empresas afetadas são Latam e argentinas Austral e Aerolíneas

Dezenas de voos da companhia Latam e das estatais argentinas Austral e Aerolíneas Argentinas foram cancelados nesta quinta-feira (13) ou sofreram atrasos por conta da greve dos funcionários aeroportuários nos terminais de Buenos Aires.

A Latam informou que os voos de e para o Brasil não foram afetados.

O Aeroparque Jorge Newbery foi o mais afetado, tanto com relação às partidas como em relação às chegadas, enquanto no aeroporto internacional de Ezeiza (situado nos arredores da capital), os cancelamentos foram menores.

Cerca de 30 voos da Latam figuravam com itinerário afetado, segundo o site da empresa “Aeroportos Argentina 2000” (AA 2000), enquanto a Austral somava quase 20 trajetos alterados e a Aerolíneas Argentinas cerca de 15.

O fracasso das negociações salariais para o setor do pessoal aeroportuário provocou a greve no caso das Aerolíneas Argentinas e Austral, enquanto para a Latam a origem foram as reivindicações dos pilotos.

“Estamos esperando porque foi ditada uma conciliação obrigatória”, disseram à Agência Efe fontes da “AA 2000”, que confiavam que a situação deve se normalizar nas próximas horas.

A Latam publicou em seu site uma nota sobre os voos cancelados:
A LATAM Argentina informa que devido ao anúncio da paralisação da APLA (Asociación de Pilotos de Líneas Aéreas), estão sendo registrados atrasos e cancelamentos em voos domésticos e internacionais operados nos aeroportos da Argentina.

A companhia orienta os passageiros com viagens programadas entre as 0h e as 12h horas de hoje (13 de outubro) a confirmarem o status do seu voo em nossa Central de Atendimento (4002-5700 para as capitais e 0300 570 5700 para todo o Brasil) ou por meio do endereço www.latam.com/pt_br/.

A companhia também recomenda aos passageiros em conexão com outras companhias a confirmarem com antecedência o estado dos seus voos.

A LATAM Argentina lamenta os possíveis inconvenientes que a situação possa ocasionar, e está oferecendo alternativas para os passageiros afetados alterarem a sua viagem programada originalmente para esta data.

Fonte: EFE

Comentários

MAIS NO TH