Interior

17 de outubro de 2021 16:54

Mostra Alagoana de Dança leva talento e encanto à programação de aniversário de Arapiraca

Evento, que foi realizado no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, deixou o público encantado

↑ (Fotos: Magno Almeida / Ascom Arapiraca)

Arapiraca recebeu, no sábado (16), a 17ª edição da Mostra Alagoana de Dança, que foi incluída na programação dos 97 anos da cidade, comemorado no próximo dia 30 de outubro.

O evento, que foi realizado no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, deixou o público encantado.

Quatorze grupos de dança de toda Alagoas se apresentaram com os mais diversos ritmos, entre eles Jazz, Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Dança Urbana, Hip Hop e Street Dance.

Representando o prefeito Luciano Barbosa, o secretário Municipal de Cultura, Lazer e Juventude, parabenizou os grupos de dança pelo talento e profissionalismo apresentados em praça pública.

“A dança é um dos elementos culturais mais cativantes e é nítido o brilho nos olhos das pessoas que vieram ao Mercado do Artesanato para prestigiar a Mostra Alagoana de Dança. Estamos muito felizes por receber essa edição, pois democratiza o acesso a esse tipo de espetáculo.

A 17ª Mostra Alagoana de Dança é promovida pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), com produção da Sururu de Capote e apoio das prefeituras de Arapiraca, Piaçabuçu e Piranhas.

Participaram da 17ª Mostra Alagoana de Música os grupos:

  • Ágape, de São Miguel dos Campos (Jazz);
  • Ballet Joyce Vidal, de Arapiraca (Ballet Clássico);
  • Cia de Dança Fênix, de Campo Alegre (Contemorâneo);
  • Laura Farias, de Palmeira dos Índios (Ballet Clássico);
  • Efatá, de São Miguel dos Campos (Dança Urbana);
  • Ballet Joyce Vidal, de Arapiraca (Neoclássico);
  • Antony Alan, de Anadia (Contemporâneo);
  • Ballet Sonho de Marie, de Arapiraca (Contemporâneo);
  • Dynamus Espaço de Dança, de São Miguel dos Campos (Contemporâneo);
  • Agafatá, de São Miguel dos Campos (Dança Urbana + Jazz);
  • Ballet Sonho de Marie, de Arapiraca (Clássico);
  • Companhia Teatral Mestres da Graça, de Palmeira dos Índios (Contemporâneo);
  • Os Ferinhas, de Igaci (Dança Livre);
  • BSM Street Dance, de Arapiraca (Street Dance);
  • The Dangerous, de Craíbas (Hip Hop.

Fonte: Ascom Arapiraca

Comentários

MAIS NO TH