Interior

19 de julho de 2021 10:10

HEA já recuperou mais de 1.600 pessoas acometidas da Covid-19

Hospital comemorou 18 anos de atividades neste domingo (17)

 

Desde o início dos atendimentos a vítimas da Covid-19, em abril do ano passado, o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca, já recuperou 1.615 pessoas infectadas pela Covid-19.

Neste domingo (17), o maior hospital público do interior de Alagoas completou 18 anos de atividades.

Desde a inauguração, em 2003, até a primeira quinzena deste mês, o HEA realizou 745.938 atendimentos.

Quase 25%, ou 185.602, foram relacionados a acidentes de trânsito e, 75% deles, envolveram motocicletas, o que equivale a 140.986. Os números são impressionantes e, à medida que eles aumentavam, o hospital também crescia, acompanhando os casos que precisavam ser atendidos no trauma.

A gerente-geral do HE do Agreste, Bárbara Albuquerque, ressalta os avanços dos últimos anos, que contribuem para o hospital ser referência nos serviços que oferece para a população, com reconhecimento, sobretudo, pelo acolhimento e humanização dos trabalhos.

A atual gestão estadual promoveu uma revolução na saúde do interior de Alagoas, onde a unidade passou a ser Hospital de Emergência do Agreste, mudando de patamar com a ampliação para 120 leitos de traumas. O governo mais do que dobrou a capacidade de leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), passando de sete para 16, com novos equipamentos.

Ampliação de Leitos – Quando Alagoas precisou de mais vagas para atender pacientes com Covid-19, o HEA abriu as portas para 100 novos leitos de tratamento exclusivo, sendo 60 Clínicos e 40 de UTI.

Com isso, foi gerado maior suporte de tratamento no interior, sem afetar os atendimentos de traumas que a unidade já é especialista.

Houve Processo Seletivo exclusivo para aumentar o quadro de servidores a partir da transformação de Unidade em Hospital de Emergência. Também houve a aquisição de equipamentos novos, incluindo o tomógrafo, cujo investimento foi superior a R$ 1 milhão.

Cada passo, ação e melhoria, é pensada no bem-estar dos pacientes, dos acompanhantes e valorizando a dedicação diária dos servidores. Preocupação diária que nos traz resultados importantes, como a referência em estar sempre prontos para acolher quem chega no hospital”, salienta Bárbara Albuquerque, gerente-geral do HEA.

Fonte: Davi Salsa com assessoria

Comentários

MAIS NO TH