Interior

15 de junho de 2021 18:02

Usina Coruripe doa parque infantil para moradores de comunidade em Feliz Deserto

Espaço oferece ambiente de convivência e lazer para as famílias de Povoado Pontes; no local, foram plantadas 300 mudas de árvores

↑ Foto: Flávio Carvalho

Para proporcionar lazer e diversão às crianças do Povoado Pontes, em Feliz Deserto (AL), a Usina Coruripe realizou, neste mês, a entrega de um parque infantil para a comunidade. O projeto, realizado em parceria com a Prefeitura de Feliz Deserto, contribui para a melhoria da qualidade de vida e inclusão social de crianças e adolescentes em um ambiente de convivência e lazer. Em comemoração ao dia Mundial do Meio Ambiente, a Coruripe realizou um plantio de 300 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, em parceria com as crianças da escola do povoado.

 O espaço foi estruturado com brinquedos novos, em uma praça aberta, com área verde e bancos para descanso. “Estamos muito felizes em oferecer esse benefício à população, em especial às crianças que utilizarão o parque. Trata-se de um local onde elas podem se desenvolver e ter a oportunidade de crescer com mais saúde e lazer”, destaca o presidente da Usina Coruripe, Mario Lorencatto.

 A companhia investe constantemente em ações para incentivar o desenvolvimento cultural e socioeconômico da comunidade, em parceria com a prefeitura. Para atender as crianças do povoado, além do parquinho, a Coruripe construiu, em 2003, a creche Vitor Wanderley, que atende os pequenos em horário integral e, hoje, faz parte da escola da comunidade. Além disso, para garantir a nutrição dessas crianças, a empresa idealizou o projeto “Alimentação Suplementar”, que oferece refeição balanceada e rica em nutrientes no ambiente escolar.

 Com o objetivo de ampliar a geração de emprego e renda na região, a companhia também implantou o projeto “Oficina de Papel Artesanal”, que incentiva mulheres a desenvolverem artesanato sustentável e complementar à renda da família a partir do bagaço de cana e sacos de cimento vazios. A Coruripe também contratou cerca de 80 pessoas do povoado para trabalhar no departamento de irrigação da empresa. Outras iniciativas de destaque são a horta comunitária para os moradores do povoado e o Projeto de Apicultura.

 A Coruripe também participa do Programa Barriga Cheia em Feliz Deserto, onde destina 25 hectares para a plantação de feijão, beneficiando 50 famílias do povoado. “Nós acreditamos que é nossa missão, enquanto empresa, colaborar com ações que garantam mais dignidade e qualidade de vida para a população”, complementa Lorencatto.

 Outras iniciativas socioambientais

 A empresa desenvolve diversos projetos de responsabilidade socioambiental, com a preservação de mais de 17 mil hectares protegidos de floresta nos estados onde atua. Ao todo, são quatro Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs): Porto Cajueiro, no município de Januária, no Norte de Minas; Pereira e Lula Lobo, em Feliz Deserto, no litoral do Alagoas; e Riacho Seco, em Coruripe (AL). Nessas áreas, há trabalhos de preservação da fauna e da flora, parceria com pesquisadores em educação ambiental, trilhas ecológicas, desenvolvimento de pesquisa e um projeto de monitoramento de mamíferos, que auxilia no desenvolvimento de estratégias e ações de proteção, conservação e manejo das espécies.

 Em Alagoas, a Coruripe conta com uma estrutura equipada para produção de até 80 mil mudas da Mata Atlântica, que são utilizadas para reflorestamento e recomposição florestal. Além da produção de mudas para a formação de corredores ecológicos, a companhia atua ambientalmente no monitoramento de nascentes, margens de córregos e rios. Também mantém parceria com órgãos e entidades ambientais para soltura de animais capturados em cativeiros clandestinos.

 Na RPPN Porto Cajueiro, localizada no município de Januária, um dos destaques é o Projeto Bicudo, que reintroduziu alguns exemplares do pássaro na reserva, com o objetivo de recuperar a população, que, depois de décadas de caça ilegal, esteve na relação de animais extintos. Há, também, a coleta de informações para inventariar espécies de anfíbios em áreas do rio Carinhanha, a fim de apontar medidas efetivas de conservação da fauna. Em parceria com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), a empresa mantém um programa de combate a incêndios na região.

 Com o objetivo de expandir os investimentos socioambientais e contribuir com o futuro das próximas gerações, desde 2005, a Coruripe apoia integralmente o Instituto para o Desenvolvimento Social e Ecológico (Idese), que contribui com o progresso da comunidade e preservação da natureza, por meio de ações socioambientais e esportivas. Também são executadas atividades com as comunidades para sensibilizar as pessoas em relação à importância da manutenção da biodiversidade dessas regiões.

 Sobre a Usina Coruripe

A Usina Coruripe, controlada pelo grupo Tércio Wanderley, com sede em Coruripe (AL) e fundada em 1925, é a maior empresa do setor sucroenergético no Norte/Nordeste. Está também entre os maiores grupos do setor em Minas Gerais e é uma das 10 maiores do Brasil. Com quatro unidades em Minas Gerais (em Iturama, Campo Florido, Carneirinho e Limeira do Oeste), uma em Alagoas (Coruripe) e um terminal ferroviário próprio em Fernandópolis (SP), a Usina Coruripe possui capacidade de moagem de 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, produz mais de 1 milhão de toneladas de açúcar, cerca de 500 milhões de litros de etanol, com capacidade de armazenagem de cerca da metade dessa produção, e comercializa energia renovável produzida a partir da queima de biomassa.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH