Interior

12 de junho de 2021 18:28

Em 24 horas, HEA concede alta a 28 pessoas recuperadas da Covid-19

Quantidade de pessoas recuperadas é resultado de tratamento humanizado e acolhedor dos profissionais de saúde

↑ O caminhoneiro Darivan Barbosa Lima, de 42 anos, foi um dos recuperados da Covid-19 no HEA (Foto: Aline Silva)

Em apenas 24 horas, o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, comemorou 28 vezes altas médicas de pacientes acometidos pelo novo coronavírus. A quantidade de pessoas recuperadas em tão pouco tempo é resultado de um tratamento humanizado e acolhedor dos profissionais de saúde que atuam na maior unidade hospitalar do interior de Alagoas e que, há mais de um ano, estão na linha de frente da batalha contra a Covid-19.

As festas se ramificaram na Árvore da Vida do HEA. As vitórias neste combate ao novo coronavírus contam com as orações de familiares e com a força de cada paciente que conseguiu superar um adversário que já fez tantas vítimas ao redor do mundo. Mas, todos eles ressaltam a importância do papel dos servidores do Hospital de Emergência do Agreste nestas recuperações. Servidores dos diversos setores profissionais que se dedicam ao acolhimento e humanização do tratamento contra a Covid-19 no HEA são sempre lembrados nas festas em celebração à vida.

O caminhoneiro Darivan Barbosa Lima, de 42 anos, havia saído de Arapiraca para fazer uma entrega no estado do Maranhão, quando adoeceu durante o percurso. Parou o veículo carregado na cidade de Salgueiro, em Pernambuco, e retornou para Arapiraca em busca de assistência médica. Estava com 50% de comprometimento dos pulmões. Passou oito dias internado no Hospital de Emergência do Agreste onde, recuperado, recebeu alta e voltou para os braços da família.

“É um sentimento de alívio. Agradecer a Deus e depois aos profissionais do Hospital de Emergência [do Agreste]”, disse Darivan, em meio à comemoração pela alta. Somente na última semana, o Hospital de Emergência do Agreste comemorou 46 altas de pacientes que se recuperaram da Covid-19.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH