Interior

7 de abril de 2021 11:32

Saúde procura 4.500 idosos que deixaram de tomar segunda dose da vacina em Arapiraca

Baixa procura pela segunda dose tem gerado preocupação nas equipes de imunização

A Secretaria de Saúde de Arapiraca emitiu nota, na manhã desta quarta-feira (7), para informar que mais de 4.500 idosos, acima de 72 anos de idade, ainda não compareceram aos pontos de imunização para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

De acordo com as estimativas feitas pela Coordenação de Doenças Imunoprevenívies de Arapiraca, através do Sistema de Monitoramento de Vacinação do Governo Federal, os idosos acima dessa faixa etária estão com prazo para receber a segunda dose em atraso.

A Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Saúde, alerta para que todos que tomaram a primeira dose verifiquem a data discriminada no Cartão de Vacinação para tomar a segunda dose.

A coordenadora de Doenças Imunoprevenívies de Arapiraca, enfermeira Mônica Suzy, a procura pela segunda dose está baixa e isso tem gerado preocupação.

“A imunização completa só se dá com as duas doses da vacina e muitos idosos que tomaram a Coronavac não retornaram para aplicação da segunda dose. Pedimos que os familiares fiquem atentos ao prazo estabelecido no Cartão de Vacinação que é entregue no momento de aplicação da primeira dose”, explicou a enfermeira.

Ainda de acordo com o Sistema de Monitoramento de Vacinação, cerca de 5.685 idosos acima de 72 anos tomaram a primeira dose da Coronavac em Arapiraca, mas até o momento, apenas 1.120 retornaram para a aplicação da segunda.

Diferença entre as vacinas

Arapiraca, atualmente, está aplicando dois tipos de vacina: Coronavac/Butantan e AstraZeneca/Oxford. Cada uma delas tem suas particularidades. E o intervalo entre as doses é estipulado pelos próprios fabricantes.

Quem tomou a primeira dose da Coronavac, por exemplo, precisa ficar atento que a segunda dose será aplicada 21 dias após a primeira.

Já a AstraZeneca, o tempo entre a primeira e a segunda dose é bem mais, são 90 dias. Então, é muito importante olhar o Cartão de vacinação, pois lá estará discriminado a data correta para retorno e aplicação do complemento imunológico.

Fonte: Davi Salsa com assessoria

Comentários

MAIS NO TH