Interior

3 de janeiro de 2021 18:58

Prefeito pede união de toda bancada para elevar desenvolvimento de S. L. do Norte

Prefeito disputou uma segunda eleição num intervalo de 17 meses e foi reeleito com uma ampla vantagem de votos

↑ Márcio: Entendo que aqui não existe mais situação nem oposição; existe sim, um grupo político unido em torno do crescimento da nossa cidade

Prefeito reeleito de Santa Luzia do Norte, Márcio Lima (PP) tomou posse logo nas primeiras horas desta sexta-feira, 1º, sobretudo, com a promessa de assegurar o ritmo de seu trabalho à frente da Prefeitura; assim como fez ao longo dos últimos 18 meses de seu governo, visto que ele  teria sido eleito numa eleição suplementar em maio de 2019. “Temos novos desafios para os próximos quatro anos, ao lado do meu vice, Nailton Alves. Pois temos a certeza que iremos continuar trabalhando cada vez mais, por nossa querida Santa Luzia do Norte” comentou.

Em seu discurso durante evento de posse ocorrido na Câmara de Vereadores, Márcio Lima enfatizou a importância de toda bancada Legislativa num total de nove, se unir em torno do desenvolvimento do município. Sua coligação elegeu 7 vereadores.  Além de Márcio Lima e seu vice-prefeito  Nailton Alves, foram empossados também os  vereadores eleitos: Meio Kilo (MDB), Irmão Edson (PP), Davi Carvalho (MDB), Del Mecânico (PP), Laudemir  Balbino (PP), Teco (MDB), Gil da Padaria (PP), Gersileide Mateus (Republicano) e Márcio do Churrasquinho (PSC).

“Entendo que aqui não existe mais situação nem oposição; existe sim, um grupo político unido em torno do crescimento da nossa cidade. É de se saber, que no processo democrático é natural haver muita discordância; de fato e de direito. É necessário que vocês vereadores indiquem o caminho que devemos seguir, pois nessa Casa vão ser elaboradas as Leis e a gente do Poder Executivo executará de forma mais brilhante, mais rápida e precisa possível, para o bem do nosso povo” pontuou Márcio Lima,  mostrando a importância da união de todos, sobretudo, num momento em que Santa Luzia precisa, segundo ele,  resgatar a força de seu desenvolvimento.

 

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH