Interior

10 de outubro de 2020 11:02

Coqueiro Seco ganha primeiro restaurante rural do estado de Alagoas

O novo local tem um gigantesco espaço verde, um belo mirante e a lagoa Mundaú, a poucos metros

↑ Mirante da Lagoa integra circuito de agroturismo de Alagoas, onde pode-se desfrutar das delícias do campo (Foto: Claudio Bulgarelli)

Que tal aproveitar o seu próximo fim de semana na beira da lagoa Mundaú para desfrutar de raros momentos em meio à natureza, bem pertinho de Maceió. Propriedades rurais não são nenhuma novidade em Alagoas. Mas uma propriedade rural, com área de lazer e restaurante rural com comida caseira é por si só, um atrativo. Assim, o histórico município de Coqueiro Seco está ganhando um originalíssimo restaurante rural, o Mirante da Lagoa, no Sítio Sossego, na zona rural do município, que vai abrir a partir deste sábado, 10, com funcionamento aos sábados e domingos de 12h às 17h30.

E que próximo a capital não existem tantas opções para quem quer sair do agito da cidade e desfrutar de um dia tranquilo a poucos minutos de casa. Assim, com o Mirante da Lagoa, Coqueiro Seco passa a fazer parte do circuito de agroturismo de Alagoas, onde o visitante vai poder desfrutar das delícias da vida no campo.

O novo local tem um gigantesco espaço verde, um belo mirante e a lagoa Mundaú, a poucos metros. Caminhadas e passeios de charrete serão incluídos na visita, além do espaço que pode ser alugado para festas e eventos. Para saber mais basta seguir @restaurantemirantedalagoa .

Mas para quem quiser também conhecer Coqueiro Seco, é bom saber que é o primeiro município do roteiro turístico Lagoas e Mares do Sul, inclusive com relatos históricos da passagem do Imperador D. Pedro II na região, entre o final de 1859 e início de 1860.  Dentre os locais visitados por D. Pedro II está à freguesia de Coqueiro Seco e a sua igreja de belos azulejos portugueses e objetos de Relíquia Sacra. No “Diário de Viagem a Alagoas”, do Imperador Pedro II, consta sua admiração pela beleza daquele sítio e o registro da igreja no alto com duas torres, que possuía 12 imagens bem feitas, principalmente as de São Francisco de Assis e de São Francisco de Paula, trabalhadas pelo mesmo escultor que fez a de São Pedro Alcântara, do convento de São Francisco, em Salvador, Bahia e que foram trazidas de lá pelo padre Bernardo José Cabral.

Outro monumento histórico que se destaca na cidade é a capela de São Pedro, no povoado Cadoz de Nossa Senhora dos Remédios. Como atrativo turístico de Coqueiro Seco sua rica gastronomia baseada nas delícias proporcionadas pela Lagoa, como o sururu, siri e o bagre, além da carapeba, fazem parte do cardápio gastronômico do município, que fica vizinho a Marechal Deodoro, e que tem o rio do Remédio como limite.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli – Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH