Interior

13 de agosto de 2020 17:15

Duplicação da rodovia BR-101 avança no estado de Alagoas

Lote 5 da obra, localizado entre o km 139 e o km 170, está totalmente duplicado

↑ Duplicação da BR-101 avança no município de Pilar (Foto: Assessoria)

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), por meio da Gestão Ambiental BR-101 PE/AL/SE/BA, segue acompanhando os trabalhos realizados pelo Consórcio BR-101/AL no estado de Alagoas, Lotes 4 e 5.

No Lote 4 (km 92 ao km 139), dentre os serviços realizados até o momento durante o mês de agosto/2020, estão a restauração do pavimento flexível (pista de asfalto), pavimentação do retorno no km 97, além da reconformação do terreno do viaduto do município de Pilar/AL (km 101), e a instalação de dispositivos de drenagem em pontos específicos do trecho. As atividades de terraplenagem e pavimentação em concreto encontram-se temporariamente suspensas diante das chuvas que ainda estão ocorrendo no momento e inviabilizam a execução.

O Lote 5 da obra, localizado entre o km 139 e o km 170, está totalmente duplicado, entretanto ainda se observam atividades nas proximidades do rio Jequiá, e do distrito de Luziápolis, porém não afetam o fluxo de veículos.

A duplicação da BR-101 em Alagoas

Com exceção de 10 km que cortam a Comunidade Indígena Wassu-Cocal, o restante do trecho relacionado ao Lote 2 encontra-se duplicado, que tem início no município de Novo Lino (divisa com o estado de Pernambuco) e vai até o município de Flexeiras, com 46,4 km de extensão.

Sobre o Lote 3, localizado entre os municípios de Flexeiras e Rio Largo, o trecho encontra-se com as obras finalizadas e com tráfego de veículos liberado em pista duplicada.

Já nos Lotes 6 e 7, que tem início na cidade de Teotônio Vilela e finaliza na divisa com o estado de Sergipe, a rodovia possui segmentos com fluxo de veículos em pista simples. A variante no município de Junqueiro (km 190 ao km 193), além de dois trechos entre o km 207,88 e o km 219,02 estão com as obras paralisadas e a rodovia ainda não foi duplicada.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH