Interior

12 de agosto de 2020 12:08

OAB se reúne com secretário de Segurança e apresenta projeto da Patrulha Maria da Penha

Assunto também foi debatido com o comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas

↑ (Foto: Ascom OAB-AL)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas, Nivaldo Barbosa Jr., acompanhado do presidente da Subseção de Arapiraca, Daniel Fernandes, da presidente da Comissão da Mulher Advogada da Subseção, Paula Cavalcante, e da presidente da Comissão Especial da Mulher (OAB-AL), Caroline Leahy, se reuniu, nesta terça-feira (11), com o secretário de Segurança Pública de Alagoas, Coronel Lima Jr., e o delegado-geral, Paulo Cerqueira, para discutir a implantação da Patrulha Maria da Penha em Arapiraca. Participaram também da reunião a vice-presidente da Comissão da Mulher Advogada da Subseção de Arapiraca, Cárbia Cristine, a membro Cristiane Santana e a superintendente de Políticas Para Mulher, Dilma Pinheiro.

Na ocasião, o presidente da OAB-AL abordou a importância da iniciativa da Ordem, através da Subseção de Arapiraca, que tem como objetivo diminuir o número de casos de violência contra a mulher no município através da Patrulha Maria da Penha, que já atendeu mais de 3 mil casos em Maceió. “Visamos o aumento e a melhora no atendimento de casos de violência contra a mulher, com mais eficácia e celeridade. Através da PMP, as vítimas serão acompanhadas e terão suas medidas protetivas fiscalizadas”, explicou o presidente.

Daniel Fernandes, presidente da Subseção de Arapiraca, salientou que a implantação no município será uma grande conquista para a população, já que a taxa de feminicídio em Maceió, após a implantação da Patrulha Maria da Penha, chegou em zero. “Em reunião com o comandante-geral da PM-AL, foi confirmado que será iniciado ainda este mês e teremos o lançamento até o dia 31 de agosto. Além disso, também debatemos hoje a questão dos efetivos da Polícia Civil, com treinamento específico para essa demanda, e o fortalecimento da delegacia especializada da mulher também em Ararapica, que hoje funciona apenas em alguns dias da semana ”, disse Fernandes.

Durante o “Agosto Lilás”, mês que marca a campanha de combate a violência contra a mulher, a implantação da PMP em Arapiraca será um grande marco e conquista, afirma a presidente da Comissão da Mulher Advogada da Subseção, Paula Cavalcante. “A atuação multidisciplinar das instituições nas medidas de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher é de extrema importância. O Estado e a sociedade precisam unir esforços para divulgar os avanços da lei Maria da Penha e, principalmente, fazer cumprir as medidas de enfrentamento à violência contra mulher, sendo assim, o diálago com a Secretaria de Segurança Pública é essencial para contribuir com a erradicação desta outra pandemia, que é a violência contra a mulher”, afirmou.

O assunto também foi debatido com o comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas, Coronel Marcos Sampaio, nessa segunda-feira (10).

Fonte: Ascom OAB-AL

Comentários

MAIS NO TH