Interior

4 de agosto de 2020 08:30

Número de recuperados da Covid-19 em Porto Calvo é o maior da Região Norte

↑ Atendimento em Porto Calvo (Foto: Ascom Prefeitura)

Proporcionalmente ao número de habitantes, Porto Calvo é a cidade que apresenta em toda a região o maior número de pessoas recuperadas do novo coronavírus. Isso é o que revela o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura, em que o município alcançou a marca de 624 pessoas curadas. Em comparação com outras cidades da região, o número de recuperados é o mais significativo. No total, 666 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus, mas 624 não apresentam mais sintomas, portanto, estão recuperadas. Os óbitos são 11 no total, o número é menor que outras cidades que possuem um número menor de casos registrados. A notícia, claro, foi comemorada pela gestão municipal.

A Prefeitura de Porto Calvo implantou duas ferramentas fundamentais na luta contra o vírus, a Central de Triagem de Síndrome Gripal, localizado no conjunto Oscar de Souza Cunha e a Ala Covid-19, no Hospital Municipal São Sebastião, no centro. Além disso, a cidade conta ainda com o amplo e moderno Hospital Regional do Norte, que neste momento, é exclusivo para pacientes com a doença.

A Central de Triagem no Oscar Cunha é a principal porta de entrada para pessoas que apresentam algum sintoma do novo coronavírus. Os usuários do SUS podem contar com consulta médica, fazer o teste rápido e receber a medicação por indicação médica na farmácia da unidade. Já a ala exclusiva Covid-19 no Hospital Municipal São Sebastião conta com dez leitos clínicos e cinco leitos de observação. A unidade conta com equipe de enfermagem, medicina, psicologia, serviço social e outros profissionais essenciais na luta contra a doença. No local, o paciente pode contar com uma farmácia dispõe de medicamentos para o tratamento da Covid-19.

O prefeito de Porto Calvo, David Pedrosa, frisou que a principal meta da gestão em relação ao Covid-19 é salvar e preservar vidas. Ele ressaltou que a gestão vem tomando todas as medidas possíveis e que os testes são fundamentais na luta contra o vírus.

Fonte: Tribuna Hoje / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH