Interior

31 de julho de 2020 09:33

Porto de Pedras é o primeiro município a zerar casos ativos do novo coronavírus

Profissionais da saúde, enfermeiros, médicos e técnicos, não mediram esforços para oferecer a assistência necessária a cada cidadão

↑ Porto de Pedras (Foto: Divulgação)

O município de Porto de Pedras, Litoral Norte, consegue uma importante vitória, mesmo que momentânea, diante da volatilidade do coronavírus. É que após um rigoroso uso de medidas sanitárias, o município zerou o número de casos ativos do novo coronavírus (Covid-19), o que significa que todos os pacientes estão curados da doença.

A informação foi publicada na quinta-feira, 30, através do boletim diário da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura. Em investigação, a Secretaria Municipal de Saúde aguarda o resultado dos testes e monitora 30 casos suspeitos com síndrome gripal.

Porto de Pedras com cerca de 8 mil habitantes, apresenta, até o momento, 278 casos notificados, sendo 162 descartados, 106 confirmados, 104 curados e dois óbitos. Segundo o prefeito Henrique Vilela o controle de casos só foi possível por causa das barreiras de fiscalização e orientação montadas na entrada e saída do município. “Ainda precisamos ter cautela nas medidas sanitárias. Desde o começo, colocamos em campo um protocolo de saúde rígido para o acompanhamento individual e diário de pacientes diagnosticados com o vírus. Outra ajuda veio da própria população que, fielmente, obedeceu às recomendações feitas pelos órgãos científicos e de saúde. Mesmo na fase laranja, queremos manter o distanciamento social controlado com as diretrizes do decreto”, disse.

O gestor garantiu que os profissionais da saúde, enfermeiros, médicos e técnicos, não mediram esforços para oferecer a assistência necessária a cada cidadão que, por sintomas gripais, tiveram a orientação nos cuidados básicos. Vilela agradeceu o trabalho feito pela Secretaria Municipal de Saúde por ações de prevenção, higienização e testes rápidos no combate ao coronavírus. “Iremos sair mais fortes do momento de crise. Ainda estamos na pandemia, mas, por ter zerado o número de casos já é um alívio que indica que o caminho certo para o controle”, finalizou.

Fonte: Tribuna Hoje / Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH