Interior

16 de julho de 2020 11:47

Pacientes recuperados da Covid-19 recebem apoio de voluntários em Arapiraca

↑ (Foto: Assessoria)

O anúncio de altas hospitalares para pacientes recuperados de Covid-19 tem sido motivo de comemoração para muitas pessoas além de seus familiares, amigos e equipe médica. Em Arapiraca, a alegria é compartilhada por um grupo de voluntários que se une para transformar as saídas da internação em verdadeiras festas.

“O grupo nasceu de forma voluntária mesmo. Quando as primeiras altas começaram a acontecer fomos acionados por grupos religiosos, artistas e empresários do Comércio querendo doar flores e brindes. De repente tudo aconteceu”, falou o enfermeiro Diego Albuquerque, diretor do Hospital de Campanha José Fernandes.

Gradativamente a ação foi agregando pessoas que passaram a ter uma relação mais próxima com a equipe do Hospital de campanha. Um grupo de WhatsApp, coordenado pelas equipes de Serviço Social e de Psicologia, foi criado para manter os “aliados” informados sobre as altas previstas.

“Esse apoio das pessoas é muito valioso, pois motiva os profissionais envolvidos, e ainda deixa os pacientes e seus familiares mais acolhidos”, comentou a psicóloga Maria Janieide, uma das integrantes do grupo de mobilização.

Com o anúncio das altas, que acontece nas primeiras horas da manhã, os voluntários confirmam se poderão estar presentes na saída com grupos de oração, através de apresentação musical ou oferta de algum mimo. “Precisando flores é só falar”, disse a empresária Laury Flores, uma das mais tradicionais do ramo, ao ser avisada sobre a alta de um homem na tarde da última quarta-feira, 15.

O engajamento das pessoas faz do momento de recuperação motivo de alegria redobrada, ganhando contornos de festa, como no último domingo, 12 de junho, quando oito pessoas puderam voltar para suas casas. A recepção para o retorno ao lar teve balões coloridos, ramalhetes e palavras de incentivo.

“Cada pessoa salva tem um significado especial para muita gente. Esse recolhimento da população de Arapiraca é muito importante, pois demonstra que cada vida é importante”, disse a assistente social Wagda Costa, profissional do hospital.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH