Interior

11 de maio de 2020 17:28

Redes sociais lembram de mina da segunda guerra mundial encontrada em Maragogi há 10 anos

Fato aconteceu quando operários da prefeitura, que trabalhavam nas obras de saneamento básico da cidade, bateram com suas pás, a 70 cm de profundidade, sob o calçamento da rua, com a mina

↑ Mina encontrada em 2010 (Foto: Assessoria da Prefeitura de Maragogi / Arquivo)

As redes sociais lembraram as pessoas nesta segunda-feira (11) de um fato inusitado que aconteceu há 10 anos em Maragogi. No Facebook, em grupos de WhatsApp e em muitos blogs, as pessoas se lembraram que no dia 11 de maio de 2010 foi encontrada na orla urbana da cidade, para ser mais exato na Avenida Senador Rui Palmeira, a principal via da cidade, uma mina naval de flutuação da segunda guerra mundial. O fato aconteceu quando operários da prefeitura, que trabalhavam nas obras de saneamento básico da cidade, bateram com suas pás, a 70 cm de profundidade, sob o calçamento da rua, com a mina.

Imediatamente a noticia se espalhou e toda a cidade foi ver. Ninguém na verdade sabia que era uma mina. Os próprios operários, segundo relatos da época, começaram a bater com suas picaretas na mina, achando se tratar de uma botija cheia de moedas antigas. E tinham um bom motivo. É que anos antes, em 2004, quando aconteciam outras obras públicas, dessa vez para a instalação da rede de esgotamento sanitário, operários também tinham achado dois tesouros antigos, abarrotados de moedas do período Brasil Reino Unido de Portugal, de grande valor histórico, além de outras relíquias.

Logo depois desse início barulhento, que poderia ter provocado uma tragédia, a Polícia Militar foi acionada e policiais do 6º Batalhão isolaram toda a área. No dia seguinte o esquadrão antibomba do BOPE, concluiu que se tratava de uma mina. O artefato estava sem os detonadores, que foram removidos ou desapareceram por causa da oxidação de anos a fio. A mina então foi içada por uma retroescavadeira, levada para a foz do Rio Maragogi, em local desabitado, há época e explodida. A explosão, no entanto, foi ouvida em toda Maragogi e parte de Japaratinga.

Claro que o achado da Segunda Guerra Mundial ganhou o noticiário nacional e internacional. E todos se perguntaram como foi que uma mina de flutuação marítima foi parar na orla de Maragogi. A história que todos contam é que a mina, certamente da Segunda Guerra Mundial, fora enterrada ali décadas atrás por um pescador, já falecido. Em mais um dia de pescaria, em busca de cardumes de agulha, ele topou com a esfera metálica com cerca de 1,5 metro de diâmetro e carregada de pólvora.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH