Interior

11 de maio de 2020 14:48

Prefeitura de Maragogi garante que peixes de assentamentos são de excelente qualidade

Administração municipal desmente denúncia feita pelo vereador Júnior Barra Grande, que publicou notas afirmando que o peixe distribuído pela prefeitura estava estragado

↑ Entrega de alevinos nos assentamentos (Foto: Ascom Prefeitura de Maragogi)

A Prefeitura Municipal de Maragogi esclareceu, em Nota Oficial nas redes sociais, que o peixe distribuído desde a semana santa para a população e posteriormente acrescentado à merenda escolar como parte do projeto de distribuição de alimentação em decorrência da pandemia do coronavírus, proveniente de assentamentos rurais do município, é de excelente qualidade, desmentido assim denúncia feita pelo vereador Júnior Barra Grande, que publicou notas afirmando que o peixe distribuído pela prefeitura estava estragado, o que gerou revolta nos assentados e na população da cidade.

Em janeiro de 2018 a Prefeitura de Maragogi deu início ao projeto e fez a entrega de 10 mil alevinos a produtores da agricultura familiar, visando oferecer alternativas para a geração de emprego e desenvolvimento socioeconômico através da piscicultura. No município os beneficiários foram residentes dos assentamentos de Água Fria e Massagana. Em outras etapas o projeto teve continuidade em outros assentamentos. E quem foi contemplado não escondeu a felicidade em poder iniciar uma atividade complementar para a agricultura.

Na semana santa, quanto acontece a tradicional entrega de peixes em quase todos os municípios da Região Norte, e em seguidas distribuição do peixe, que foi anexado nos kits de cestas básicas e de merenda escolar pela Prefeitura de Maragogi, o vereador usou as redes sociais para fazer as denúncias. A prefeitura, em nota assinada pelo próprio prefeito Sérgio Lira, que criou o programa de implantação de açudes nas comunidades rurais e distribuição de alevinos, afirmou que todo o peixe foi comprado dos próprios assentados e que é de excelente qualidade, confirmado pela Secretaria Municipal de Agricultura. O objetivo da prefeitura, segundo o gestor, era dar aos assentados uma nova possibilidade de ganho, para depois comprar o peixe dos próprios agricultores e não de grandes empresas.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH