Interior

8 de maio de 2020 08:42

Consumo de internet cresce em cidades do Litoral Norte

Confinamento em casa seria a principal razão do aumento de acesso de famílias

↑ Manuelle Mota e Fabricia Oliveira, da Litoral Telecom, registram aumento de acessos residenciais à internet durante a pandemia (Foto: Reprodução)

Com mais pessoas em casa, devido aos seguidos decretos de quarentena durante a pandemia do Covid-19, aumentou o consumo de internet em todos os municípios da Região Norte, notadamente aqueles com maiores populações como São Luís do Quitunde, Porto Calvo, Matriz de Camaragibe e Maragogi. Por outro lado, nos municípios turísticos, como Maragogi, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras e Japaratinga, que são considerados os principais polos e que concentram a maioria dos meios de hospedagens da região, o consumo se mantém estável, mesmo com a ausência de milhares de turistas que deveriam estar hospedados e que não estão usando as redes de Wi-Fi.

O levantamento foi feito incialmente pela empresa de internet com fibra ótica da Rota Ecológica, a Litoral Telecom, que atualmente atende clientes coorporativos e residenciais em Paripueira, Barra de Antônio, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras, Japaratinga e Maragogi.  Segundo as diretoras da empresa, Manuelle Mota e Fabricia Oliveira, nos últimos anos as grandes operadoras têm perdido um significativo espaço para empresas menores, que estão oferecendo serviços por valores bem mais convenientes.

Em São Miguel dos Milagres, por exemplo, além da Litoral Telecom, o município é atendido também pela Star Telecom, PortoNet, Shift e Top Internet, além das operadoras nacionais OI e Claro. ´´Sentimos nos últimos 40 dias um aumento do consumo residencial, por mais pessoas estarem em casa, mas em contrapartida uma diminuição do consumo coorporativo, já que pousadas, hotéis e restaurantes, além de outras empresas comerciais estarem fechadas. Como trabalhamos com fibra ótica conseguimos ´´enxergar´´ mais claramente o consumo. Então equilibrando a balança, aqui na Litoral Telecom, por exemplo, continuamos trabalhando igualmente, sem problemas no fornecimento ou queda da rede de dados´´, afirmam as empresárias.

Em Porto Calvo e Matriz do Camaragibe, além das operadoras nacionais que atendem a região, e que diminuíram muito a presença nessas cidades, o consumo cresceu no mínimo 50%. Os moradores dos dois municípios são atendidos pelas empresas Top Internet, que é uma operadora local, além da VC Net, Huggnet e Shift. Em Maragogi, além das operadoras Oi, Claro e Vivo, o município ainda conta com atendimento da Alfa Net, Shift Telecom e Veloo Net.

Com tantas empresas atendendo a região, com tarifas diferenciadas para planos de 5 a 100 megas de transferência, têm sido registradas poucas reclamações, como garantem as empresárias da Litoral Telecom. Em contato com os escritórios regionais do Procon, em Porto Calvo e Porto de Pedras, que suspenderam os atendimentos presenciais por conta da pandemia, também existem poucas reclamações feitas pelo serviço online do órgão. Manuelle Mota e Fabricia Oliveira acreditam que a atuação eficiente das empresas na região tem sido o motivo das poucas reclamações.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH