Interior

5 de maio de 2020 11:20

Defensoria recomenda redução de aglomerações em bancos e estabelecimentos comerciais

Após tratativas, ficou definido o fechamento das ruas laterais da Caixa Econômica e Bradesco, bem como da metade da rua em frente ao Banco do Brasil

↑ (Foto: Ascom Defensoria)

O defensor público Marcos Antônio Freire apresentou, na tarde dessa segunda-feira, (4), recomendação à Prefeitura de São Sebastião para aumentar a fiscalização no município no que se refere à manutenção do isolamento social e, também, a adoção de medidas que reduzam as aglomerações nos bancos. A proposta foi apresentada durante reunião com representantes do Município, bancos, Defesa Civil, Polícias Civil e Militar (PC/AL e PM/AL), Ministério Público do Estado (MPE), e secretarias municipais.

Após o encontro, o defensor público, junto aos membros da PM e MPE, percorreu o Centro da cidade orientando comerciantes que não se enquadram na exceção do funcionamento a manterem o isolamento social.

Após tratativas, ficou definido o fechamento das ruas laterais da Caixa Econômica e Bradesco, bem como da metade da rua em frente ao Banco do Brasil, com a colocação de tendas e fixação de locais onde o público deverá ficar, mantendo o distanciamento social de 1,5 metros entre os clientes, além de evitar a permanência de mais de uma pessoa da família no local. As filas serão organizadas por funcionários dos banco, auxiliados por servidores municipais e utilização de apoio da PM, se necessário.

O defensor também tomou conhecimento da existência no Município de estabelecimento “sentinela” para atendimento e acolhimentos de pacientes com Covid-19, que necessitarem de cuidados médicos. Além disso, propôs a intensificação da fiscalização no transporte público, mercados, supermercados e estabelecimentos comerciais, reduzindo a lotação e exigindo o uso de máscaras entre os clientes e funcionários. O defensor também reforçou à solicitação de manutenção da distribuição de merenda escolar aos estudantes da rede pública municipal.

“Nesse momento de crise na saúde mundial somente a união de esforços de todas as instituições ajudará a enfrentar com eficiência a pandemia e voltar com maior brevidade à normalidade da vida social”, acrescentou o defensor.

Fonte: Ascom defensoria

Comentários

MAIS NO TH