Interior

31 de março de 2020 08:14

Norte: Covid-19 muda rotina de moradores e feirantes

Em algumas cidades, como Porto Calvo e Maragogi, essas feiras acontecem todos os dias e reúnem centenas de pessoas

↑ Feira de Porto Calvo sofreu mudanças para evitar aglomerações (Foto: Prefeitura de Porto Calvo)

Todos os municípios da Região Norte de Alagoas têm em comum pelo menos uma coisa: as feiras livres, realizadas em dias alternados, com pessoas que vêm de fora ou da própria cidade, que cultivam frutas, hortaliças, legumes e animais vivos ou abatidos, como frango e porco. Em algumas cidades, como Porto Calvo e Maragogi, essas feiras acontecem todos os dias e reúnem centenas de pessoas. Já em São Miguel dos Milagres, apesar do mercado público abrir todos os dias, a grande feira livre acontece aos sábados, com música, churrasquinhos e uma festa que só mesmo cidades do interior sabem fazer.

Mas a vida dos comerciantes e dos consumidores mudou radicalmente nos últimos dias. Em Porto Calvo, com a pandemia do coronavírus, a prefeitura promoveu mudanças na feira da cidade, que é uma das mais tradicionais de Alagoas e conta com comerciantes e consumidores de várias cidades, incluindo de municípios de Pernambuco. Mas nesse período de quarentena por conta da pandemia do Covid-19, a gestão decidiu fazer algumas alterações que visam o bem estar da população.

A principal mudança é que a feira livre nesse período será apenas aos sábados e até no máximo 14 horas. A gestão decidiu também outras mudanças: só será permitida a comercialização de alimentos; apenas feirantes de Porto Calvo serão permitidos; o espaço da feira será o mesmo e as bancas manterão no mínimo dois metros de distância. E a prefeitura orienta a não irem a feira livre idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas. A orientação é ir à feira apenas uma pessoa da família.

Outra feira tradicional da Rota Ecológica, aquela de São Miguel dos Milagres, que acontece aos sábados, no Mercado Público de Porto da Rua, também sofreu alterações. O prefeito Rubens Ataíde publicou as seguintes medidas de prevenção contra o Covid-19: feira apenas com o setor de alimentação, com feirantes apenas locais e ir apenas uma pessoa da família para evitar aglomerações, mantendo dois metros de distância entre as barracas. No entanto, cancelou as feiras nos currais de gado e ovelhas.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH