Interior

19 de março de 2020 12:51

Evento “Fogo no Parquinho Open Air” está definitivamente cancelado em Japaratinga

↑ Evento seria realizado na praia de Japaratinga (Foto: Divulgação)

Depois de uma tentativa de burlar o decreto estadual que impede eventos com 500 pessoas, publicando nas redes sociais que a rave seria apenas para 499 convidados, os organizadores do evento intitulado “Fogo no Parquinho Open Air”, que seria realizado nos dias 28 e 29 de março, em Japaratinga, sofreram uma segunda derrota em menos de 24 horas. É que a Prefeitura de Japaratinga informou que conseguiu impedir a polêmica balada “Fogo no Parquinho Open Air”, já que o evento descumpria orientações para evitar a proliferação do coronavírus, através de um decreto publicado pelo governador Renan Filho.

O governo municipal de Japaratinga decretou que qualquer tipo de festa, evento e atividades que envolvam aglomerações estão canceladas, suspensas ou adiadas, diante do cenário epidemiológico atual. A decisão do cancelamento da balada foi comunicada na noite da quarta-feira (18). No comunicado, a prefeitura alega que a divulgação da rave “Fogo no Parquinho Open Air” assustou os moradores da cidade por medo do avanço do coronavírus. O prefeito Júnior Loureiro solicitou o cancelamento e repudiou as atitudes dos organizadores.

Um dia antes, o governador Renan Filho se posicionou de forma enfática contra a realização do evento. “É fundamental a colaboração do público, porque um decreto é uma regra. Se a regra não é cumprida, não teremos os resultados esperados. O decreto impede a realização de eventos em ambiente aberto com mais de 500 pessoas. Ontem, o organizador de um evento em Japaratinga divulgou a venda de 499 ingressos, como se não fosse trabalhar ninguém nos bares, na segurança do evento. Ou seja, isso é uma burla à regra e eu pedi imediatamente que a Polícia Militar impeça a realização desse evento e de outros”, informou Renan Filho.

Fonte: Claudio Bulgarelli-Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH