Interior

19 de janeiro de 2020 17:47

Prefeito de São Miguel dos Milagres diz que prefeitura está atenta às questões ambientais

Segundo ele, a prefeitura está atenta em relação aos vários problemas que ocorrem com a chegada de condomínios e novos empreendimentos

↑ Rubens Ataíde (Foto: Claudio Bulgarelli)

O prefeito de São Miguel dos Milagres, Rubens Ataíde, em entrevista exclusiva à reportagem da Tribuna Independente na manhã desse domingo, depois que o município voltou a ganhar as manchetes de sites e jornais diante da repercussão de um falso vídeo que circulou nas redes sociais, que falava da obra de uma tubulação para esgoto, quando na verdade era a obra para drenagem de escoamento de água da chuva na área onde nascerá o futuro projeto Orla dos Milagres e o Condomínio dos Milagres, na praia urbana da cidade, garantiu que o município está atento às questões envolvendo construções de novos condomínios, bem como o acesso às praias e até a exploração das piscinas naturais.

O caso ganhou ainda mais repercussão depois que o jornalista André Trigueiro, da TV Globo, hospedado durante a semana em uma das pousadas mais caras da região da Costa dos Corais, divulgou em seu Instagram uma série de informações, algumas totalmente inverídicas, sobre a questão ambiental em São Miguel dos Milagres. O prefeito chamou a atenção para políticos e até famosos que repercutem falsos vídeos sem o verdadeiro conhecimento da realidade do município, que apesar da fama internacional que ganhou nos últimos anos, continua enfrentando enormes dificuldades para manter uma rede de serviços em funcionamento, como a distribuição de água para a população, um investimento com 100 por cento dos recursos oriundos dos cofres municipais.

´´Nos últimos anos, nosso município, devido a essa fama, chamou a atenção de investidores que querem vir construir condomínios, pousadas e hotéis. Todos são bem vindos. Precisamos desses investimentos para geração de emprego e melhor qualidade de vida da população. Mas tudo isso requer maior infraestrutura e logística. Água, esgotamento sanitário, recolhimento do lixo, ruas limpas e até postos de saúde em pleno funcionamento. São muitos itens para o município assumir. Aos poucos estamos realizando. A questão da água, por exemplo, é séria, já que temos somente um riacho de onde sai toda a água potável, fora os poços artesianos de muitas residências. Para isso estamos realizando obras para que não falte água para ninguém, turistas e, sobretudo, para nossos cidadãos´´, afirmou o prefeito.

Segundo ele, a prefeitura, através da Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente, com apoio dos órgãos estaduais e federais de controle, como MPE, IMA, MPF e ICMBio, estão atentos em relação aos vários problemas que ocorrem com a chegada de condomínios e novos empreendimentos hoteleiros. “Estamos de olhos abertos e exigimos respeito por parte desses investidores ao nosso Plano Diretor e a todos os requisitos exigidos por lei estadual e federal em relação ao meio ambiente. Não podemos impedir que investidores comprem terrenos a beira mar. Mas eles só podem construir a partir de 70 metros da maré, segundo o Plano Diretor, que foi aprovado em 2010. Nos condomínios exigimos a construção de rede coletora de esgotos e assim, vamos organizando o município para que possa receber esses investimentos, mas ao mesmo tempo não permitindo que nossa região sofra com a chegada do progresso´´, garantiu o gestor.

Fonte: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH