Interior

15 de janeiro de 2020 12:09

IMA e ICMBio atestam legalidade em obra de Milagres

Denúncias em vídeo davam conta de que tubulação serviria para drenagem de esgoto

↑ Foto: Reprodução

O Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) e técnicos do ICMBio, responsável pela fiscalização ambiental da região da Costa dos Corais, provocados pela própria Prefeitura Municipal, diante de vídeos que circulam nas redes sociais de uma tubulação na praia de São Miguel dos Milagres para servir como esgoto, estiveram durante toda a terça-feira na região e comprovaram que a tubulação é realmente para escoamento de águas pluviais, ou seja, água de chuva, no sistema de drenagem da área em questão, o sítio Belo dos Milagres, local que abrigará o Condomínio dos Milagres, com a construção de casas e de um hotel.

Depois da averiguação in loco, o Instituto emitiu a seguinte nota: ´´A equipe de fiscalização do IMA esteve em São Miguel dos Milagres, no início da tarde da terça-feira, para verificar as denúncias de que um condomínio estaria construindo um canal para lançar esgoto na praia. Os fiscais constataram que se trata de um duto para escoar água pluvial (água de chuva); a água não será lançada na praia; o empreendimento tem licença ambiental emitida pelo IMA  para a obra e com o aval do ICMBio, que é o órgão gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais´´.

Depois do parecer final do IMA  e do ICMBio, atestando a legalidade do projeto, a secretaria de Turismo de São Miguel dos Milagres, Carol Lessa, afirmou que o assunto estava encerrado. ´´Tanta polêmica por nada. Era só perguntar para que aquele canal e aquela tubulação fossem servir. Os próprios trabalhadores que estavam lá sabiam. Mas fazem um vídeo e publicam nas redes sociais como se fosse uma coisa errada. E como tudo o que acontece em São Miguel dos Milagres gera polêmica, esse acontecimento não seria diferente´´.

Fonte: Tribuna Hoje / Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH