Interior

28 de novembro de 2019 11:34

Presidente da OAB é acusado de uso político da instituição

Segundo a denúncia, Hector Martins estaria utilizando a estrutura da OAB para sedimentar uma pré-candidatura a prefeito de Arapiraca

↑ Hector Martins é alvo de representação da Anacrim Foto: Assessoria

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Arapiraca, Hector Martins, está sendo alvo de uma representação feita pela sessão regional Agreste da Associação Nacional da Advocacia Criminal em Alagoas (Anacrim).

Segundo o presidente da Anacrim no Agreste, advogado Abel Felipe, foi apresentada uma representação, no início deste mês de novembro, no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/AL.

A denúncia é de que Hector Martins estaria utilizando o nome e as estruturas da OAB de Arapiraca em práticas vedadas pelo código de ética da advocacia.

“São continuadas práticas e deveremos formalizar nova representação na próxima semana”, explica o presidente da Anacrim, afirmando que a estrutura da Ordem não pode ser utilizada para execução de eventos políticos.

“Caso ele se candidate, deve se afastar da instituição para concorrer a qualquer cargo político”, acrescenta Abel Felipe.

Desde o início deste ano que o nome do presidente da OAB de Arapiraca, Hector Martins, tem sido cogitado a uma possível candidatura ao cargo de prefeito na eleição em 2020.

Martins revelou que já fora procurado por dirigentes partidários, mas até o momento não aceitou a proposta.

Defesa

Em nota enviada à imprensa, a assessoria de comunicação da OAB de Arapiraca argumenta que o trabalho desenvolvido pela entidade estariam incomodando “a alguns seletos grupos da sociedade que não estão acostumados com as ações que vêm sendo realizadas”.

“ Lamentável enxergar também a inveja de quem perde nas urnas e que, insatisfeito, sempre proporciona tentativas frustradas de macular a imagem de quem vence”, acrescenta.

A nota, assinada pelo presidente Hector Martins, diz ainda que a OAB Arapiraca não traduz apenas um presidente e que é um grupo coeso, íntegro e disposto a fazer mais e melhor, e vem fazendo muito, ao ponto de incomodar, seja pelo que vem fazendo pela classe, seja pela sociedade em geral, cumprindo assim sua função institucional.

Fonte: Tribuna Hoje / Davi Salsa

Comentários

MAIS NO TH