Interior

12 de outubro de 2019 13:09

Roteiro turístico dos Caminhos do São Francisco

Os 11 municípios alagoanos situados às margens do Rio São Francisco têm grande potencial turístico

↑ Mirante do Talhado, em Delmiro Gouveia, exprime a exuberância de um dos cantos mais belos do rio (Foto: Prefeitura de Delmiro Gouveia)

O Rio São Francisco passa por cinco estados, centenas de cidades, diversas realmente interessantes e bem aconchegantes e conta um pouco da historia da colonização do Brasil através de seu riquíssimo casario colonial, de seu artesanato e de sua vasta cultura. A região banhada pelo Rio São Francisco, que vem encantando um número cada vez maior de pessoas, atraindo turistas e consolidando-se como um dos principais destinos do Brasil, tem uma das mais famosas rotas turísticas, a do Caminhos do São Francisco, região que revela as belezas naturais do entorno do Velho Chico.

Da nascente, na Serra da Canastra, em Minas Gerais, até a foz, em Alagoas, são 2.830 km onde o “Velho Chico” é o principal atrativo da região.

O exuberante encontro do rio com o mar, a marcante história do Cangaço e as cidades históricas de Penedo e Piranhas fazem entender porque o local foi tantas vezes cenário de filmes e novelas. Os 11 municípios alagoanos situados às margens do Rio São Francisco têm grande potencial turístico. Não obstante, poucos são aqueles que exploram turisticamente as belezas naturais e a rica história desta região, conhecida como Baixo São Francisco em Alagoas. Outro fato interessante é que muitos alagoanos, especialmente os da capital, sequer conhecem a região.

Então, quando nos encantamos por algumas imagens de lugares vistos na televisão ou no cinema, logo pensamos como seria maravilhoso poder visitar a região.

E quem gostou do cenário e fotografia da novela Velho Chico, ficará encantado com a rota turística Caminhos do São Francisco. Assim pode marcar sua viagem para o próximo feriado ou para as próximas férias.

História do cangaço, arquitetura e artesanato

A região possui a Usina de Angiquinho, primeira hidrelétrica do Nordeste. Penedo com seu conjunto arquitetônico de igrejas, casarios e convento, todos do século 17 e 18. Piranhas também preserva um patrimônio histórico do século 18 e 19 de estilo Barroco. Dica: Conhecer a Rota do Cangaço, o passeio que leva você à história do sertão nor

Foi na Grota de Angicos, que Lampião, Maria Bonita e nove cangaceiros morreram numa emboscada, em 1938. A Rota do Cangaço permite ao visitante percorrer o caminho por onde o bando de Virgulino foi caçado, acompanhado de guias vestidos de cangaceiros que contam causos do Cangaço e histórias de Lampião, tudo isso ao som do típico forró nordestino.

Da foz aos cânions, se podem encontrar lindos bordados e rendas com técnicas exclusivas da região, como o Ponto Cheio, o Boa Noite e o Redendê, que cativam os olhos de quem conhece os municípios ribeirinhos.

A madeira é transformada em lindas peças, como bancos e esculturas.

A região do sertão traduz nos seus pratos a gastronomia diferenciada, com pratos feitos com bode, carne de sol, carne de jacaré de cativeiro e os peixes de rio. O engenho encontrado na região produz o sorvete de rapadura e as saborosas cachaças que têm os sabores do sertão.

Dunas de Piaçabuçu, passeios náuticos pelo rio e cânion

Conhecer as dunas douradas em Piaçabuçu, fazer os passeios náuticos pelo rio e vislumbrar o cânion, sem dúvidas, são experiências inesquecíveis. As trilhas com as pinturas rupestres, a Rota do Cangaço e o cenário deslumbrante da caatinga são alguns dos motivos para visitar a região.

O turismo ecológico é a pedida certa para quem visita as cidades ribeirinhas de Traipu, Delmiro Gouveia (Mirante do Talhado), Piranhas e Olho d’Água do Casado. Na região é possível praticar esportes radicais, contemplando os ecossistemas e conhecendo a caatinga.

Navegar por meio de embarcações no Velho Chico é vivenciar a dimensão da natureza. Durante o passeio é possível ver os paredões de arenitos, grutas e até pinturas rupestres, onde a aridez da terra contrasta com o leito do rio formando um belo cenário.

O mergulho entre as formações rochosas em um dos melhores locais do Brasil para o banho de água doce é uma ótima pedida!

Quem passeia de barco pelas águas do São Francisco pode desfrutar de um caminho de pura contemplação na bucólica Piaçabuçu, um dos mais belos cenários de Alagoas.

O auge do trajeto é o encontro do rio com o mar, tudo emoldurado por coqueiros e dunas móveis de areia. Um verdadeiro paraíso em pleno Nordeste Brasileiro.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli – Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH