Interior

13 de agosto de 2019 16:41

Promotora dá palestra para familiares e pacientes no HE do Agreste

Viviane Karla Farias falou da importância da Lei Maria da Penha para inibir a violência contra a mulher

↑ Auditório ficou lotado de familiares de pacientes Foto: Davi Salsa

A promotora de justiça Viviane Karla Farias esteve, na tarde desta terça-feira (13), no Hospital de Emergência Daniel Houly, em Arapiraca, proferindo palestra para familiares e acompanhantes de pacientes acerca da Lei Maria da Penha.

Durante o evento, que foi organizado pela coordenação do projeto Preparando a Volta Para Casa, com apoio das coordenações do Serviço Social e do projeto Acolhe SUS, bem como da gerência-geral do HE do Agreste, a representante do Ministério Público Estadual (MEP) também debateu a prevenção e o combate às violências contra a mulher.

Segundo a psicóloga Mônica Leal, coordenadora da ação, a palestra faz parte de uma série de atividades que o hospital vem realizando desde o início deste mês, dentro da programação da campanha Agosto Lilás, em alusão ao surgimento da Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, para inibir os casos de violência doméstica no Brasil.

O nome foi escolhido em homenagem à farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que sofreu agressões do ex-marido por 23 anos e ficou paraplégica após uma tentativa de assassinato. O julgamento de seu caso demorou justamente por falta de uma legislação que atendesse claramente os crimes contra a mulher. Hoje, a lei 11.340/2006 considera o crime de violência doméstica e familiar contra a mulher como sendo “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”.

Fonte: Tribuna Hoje / Davi Salsa

Comentários

MAIS NO TH