Interior

19 de julho de 2019 12:39

Amigos realizam campanha “Chita Solidária” para arrecadar donativos

Projeto ganha força durante Festa da Chita no município de Paulo Jacinto, interior de Alagoas

↑ Fontan Neto, Jason Neto e Petrúcio Silva tentam ajudar pessoas menos favorecidas da própria cidade (Foto: Arquivo Pessoal)

Neste sábado (20), o município de Paulo Jacinto, no interior de Alagoas, celebra 67 anos de tradição com o Baile da Chita, o mais tradicional do estado. E como nessa época festiva a cidade triplica a quantidade de pessoas, um grupo de amigos resolveram colocar a solidariedade em ação. Dando continuidade a campanha “Chita Solidária” que está na 3ª edição.

Os amigos contam que o projeto surgiu em 2017 através de uma roda de conversa entre eles. Fontan Neto, Jason Neto e Petrúcio Silva, estavam incomodados com a situação de vulnerabilidade social que conterrâneos estavam passando.

“Diante disto, resolvemos aliar um momento de diversão de muitos com a solidariedade, daí a ideia de ser na Festa da Chita, já que o número de pessoas aumenta em nosso município. Estamos na nossa terceira edição, e esperamos arrecadar mais que nos anos anteriores, onde obtivemos uma adesão em massa e uma excelente arrecadação, e isso é muito gratificante para quem faz o projeto e acredito que também para aqueles que doam”, comenta o assistente social Petrúcio Silva.

Para o grupo, a campanha ‘Chita Solidária’ é uma maneira de tentar ajudar as pessoas menos favorecidas da própria cidade. “Nossa ideia é agregar e fazer com que mais pessoas ajudem, não apenas nos dias da Festa, e sim em outras épocas e quem sabe até diariamente, não queremos nada em troca além de um sorriso de quem recebeu é a certeza que de alguma forma estamos fazendo aquelas pessoas felizes”, ressalta o grupo.

Os donativos podem ser entregues em Paulo Jacinto nos dias da festa (20 e 21 de julho), na casa de Fontan Neto ou da Vó Dinah (centro da cidade). Já para quem quiser fazer a doação em Maceió, podem entrar em contato através dos telefones do folder que o grupo viabilizará a busca da doação.

O projeto teve início com Fontan, Jason e Petrucio – Pel Silva como é mais conhecido, hoje já tem a participação de Antônio Cândido e Jordan Machado, mostrando que a cada dia o projeto está aumentando.  Ainda segundo os organizadores da campanha, ao iniciar a divulgação da “Chita Solidária”, eles perceberão a aceitação da população. “Percebemos no mesmo instante a aceitação e empenho dos paulojacintenses tanto dos que moram na cidade quanto dos espalhados pelo estado’’, lembra Pel Silva acrescentando que a campanha foi aceita por todos desde primeira edição.

Podem ser doadas roupas em geral, calçados (em bom estado de conservação), alimentos, entre outros donativos.

Fonte: Tribuna Hoje / Lucas França

Comentários

MAIS NO TH