Interior

18 de julho de 2019 10:36

Policial evita assalto e é aplaudido pela população em Maragogi

↑ Caso aconteceu em Maragogi (Foto: Divulgação)

Em uma ação corajosa e calculada com precisão, um policial militar à paisana, salvou uma vítima de um assalto em andamento na rodovia AL 101 Norte, no povoado de Peroba, em Maragogi, litoral Norte e foi aplaudido pela população que presenciava a cena na tarde da quarta-feira, dia 17. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi preso por militares do 6º Batalhão que foi acionado no momento do assalto.

O jangadeiro Almir Antônio do Nascimento, que saiu do assentamento Nova Jerusalém, com destino à praia de Peroba para trabalhar, foi surpreendido por dois criminosos armados em uma motocicleta no povoado de Peroba e anunciaram o assalto. No momento do assalto, um militar vinha de Barreiros-PE para Maragogi em um veículo Celta e viu a ação da dupla. Ele decidiu agir para impedir o assalto e tentou render os suspeitos.

Um dos bandidos, Oziel Honório da Silva, que usava um colete de moto táxi, conhecido como “Tamandaré”, estava com uma espingarda calibre 28. O PM a paisana conseguiu rendê-lo e prendê-lo em seguida. O segundo criminoso, identificado apenas como “Ivan” estava com uma “bereta de dois canos”. Ele conseguiu fugir do local após troca de tiros, onde ninguém ficou ferido.

A vitima, Almir Antônio do Nascimento, ficou muito agradecido ao policial pelo ato de bravura. Ele contou que a dupla criminosa já estava ameaçando-o de atirar no momento da ação. Outra pessoa identificada como Beatriz da Rocha Ferreira também estava com um celular e quase também foi vítima do assalto da dupla.

Após a ação e agradecimentos, o PM ficou emocionado ao receber os elogios e várias pessoas se aglomeraram no local para aplaudi-lo. O suspeito foi levado para o 92º Distrito Policial de Maragogi, onde a Polícia Civil tomou as providências legais e foi constatado que Tamandaré já tinha sido detido outras vezes. O policial que agiu é lotado no 6º Batalhão da Polícia Militar e preferiu não se identificar.

Fonte: Claudio Bulgarelli / Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH