Interior

17 de julho de 2019 10:25

Trabalhador rural é encontrado morto em rio de Porto Calvo

Marcos José Santos Silva, de 28 anos, estava desaparecido há duas semanas

↑ (Foto: Reprodução / Redes sociais)

O trabalhador rural Marcos José Santos Silva, de 28 anos, que estava desaparecido há duas semanas, foi encontrado morto enganchado em uma árvore do rio Mucaitá, em Porto Calvo, na região Norte. Ele foi encontrado no fim da tarde desta terça-feira, dia 16, por alguns familiares, dentro da Fazenda Peituba, zona rural do município já em estado de putrefação. De acordo com informações da Polícia Civil, Marcos José, que estava desaparecido há duas semanas, morava no bairro Mangazala.

O chefe de operações da Polícia Civil, José Mariano Sobrinho, disse que várias buscas já tinham sido feitas pelas forças de segurança, depois que os familiares tinham comunicado do desaparecimento. Depois de o corpo ter sido encontrado, foram acionados o Corpo de Bombeiros, o Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal. A Policia Civil precisa dos laudos para iniciar a investigação e saber se ele foi assassinado ou simplesmente morreu afogado. A investigação fica sob a liderança do delegado Alexandre César dos Santos.

SUSPEITO DE TRÁFICO

Já em Campestre, também na região Norte, um jovem de 20 anos foi preso na tarde desta terça-feira. O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara da Comarca de Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. A Polícia Militar de Pernambuco, por meio do 10º BPM, entrou em contato com a 2ª Companhia da Polícia Militar – Independente para ajudar no cumprimento de prisão contra o jovem Igor Mikael Dionísio.

Os militares alagoanos deram início as buscas em Campestre. Na primeira tentativa, na Rua Castelo Branco, no centro da cidade, encontraram o suspeito dentro de casa. O jovem é natural de Campestre. O motivo do mandado de prisão é que o acusado responde por tráfico de drogas. Igor Mikael Dionísio não resistiu à prisão e foi levado para a Delegacia Regional de Palmares, onde ficará detido e à disposição da justiça pernambucana.

Fonte: Tribuna Hoje / Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH