Interior

21 de maio de 2019 08:45

HE do Agreste reúne instituições em debate sobre enfrentamento à violência sexual

Debates se estenderam até o início da noite desta segunda-feira (20), no auditório do Samu de Arapiraca

↑ Mesa-redonda contou com a presença de representantes de várias instituições Fotos: Davi Salsa

Sob a coordenação do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) do Hospital de Emergência Daniel Houly, foi realizada no fim da tarde desta segunda-feira (20), uma mesa-redonda para debater ações para o enfrentamento aos abusos e violência sexual contra crianças e adolescentes.

O evento fez parte da programação do Maio Laranja e ocorreu no auditório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Arapiraca.

Representantes da Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), da Sesau, Juizado da Infância e da Juventude de Arapiraca, Defensoria Pública Estadual, Conselhos Tutelares das Áreas 1 e 2, Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), Secretaria Municipal de Assistência Social e do Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAMSV) participaram ativamente dos debates e da mesa-redonda com o tema: “Violência sexual não tem desculpa, tem lei”.

A diretora-administrativa do HE do Agreste, enfermeira Dayane Pereira, representou a gerente-geral Regiluce Santos no evento. Os debates foram coordenados pela jornalista Cláudia Valéria, da TV Oops e também contaram com a presença de estudantes e formandos dos cursos de Psicologia e Serviço Social da Ufal e de outras universidades públicas e privadas.

Desde o início da semana passada que psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, entre outros profissionais de saúde do HE do Agreste, em Arapiraca, estão repassando informações e debatendo com usuários e familiares de pacientes as ações para o enfrentamento da violência sexual.

O hospital implantou as Salas de Espera, onde os usuários e visitantes recebem e trocam informações sobre o assunto com os profissionais de saúde.

Na mesa-redonda, ocorrida ontem, em Arapiraca, estiveram presentes a coordenadora do GTH do HE do Agreste, assistente social Andréa Lira; a psicóloga Niedja Brandão; a coordenadora da Enfermagem do HE do Agreste, Josilene Balbino; a psicóloga da RAVVS Rayne Batista e a assistente social Valdja Moura, bem como o defensor público André Chalub e a psicóloga do Juizado da Infância e da Juventude de Arapiraca Sarah Regina Cardozo.

Também participaram dos debates, a superintendente da Semas de Arapiraca, a assistente social Fabrísia Amaral; a assistente social e representante do Cramsv de Arapiraca, Aryanne Guedes, e as conselheiras tutelares Margarete Oliveira, Jalma Fazio, o conselheiro tutelar Alberto Nascimento, além de representantes da sociedade local.

Fonte: Tribuna Hoje / Davi Salsa

Comentários

MAIS NO TH