Interior

26 de abril de 2019 09:50

Henrique Vilela reage contra falsa denúncia, que segundo ele partiu de gente covarde  

São acusações sobre o fechamento de alguns acessos para o público ir às praias

↑ Prefeito está disposto a ir a Justiça provar sua inocência

Na manhã desta sexta-feira, o prefeito de Porto de Pedras, Henrique Vilela  rebateu nas redes sociais, denúncias que segundo ele, não apresentam credibilidade alguma, sobretudo relacionado a um fato que amplamente foi discutido e aprovado perante todos os pressentes numa reunião, onde estavam; IMA,  proprietários de bugres, lideres comunitários e representantes de pousadas. Pois o gestor, ao que parece está sendo vítima dos piratas da chamada feke news (notícias falsas).

Acompanhe abaixo na integra o relato do prefeito;

Bom dia!  Ontem tive um dia muito tumultuado e que me deixou bastante triste com alguns fatos que ocorreram. Pois você ser acusado de algo que não fez e ver pessoas denigrir sua imagem de forma covarde é muito difícil e triste; principalmente para mim. Nesses 2 anos e 5 meses que estou à frente da Prefeitura, sempre trabalhei e lutei por nosso município, enfrentando os poderosos, me desgastando e não medindo esforços para defender o nosso povo, e nesta quinta-feira, para minha surpresa fui julgado e isso eu não aceito, fui julgado que estaria recebendo propina para beneficiar pousadeiros.

Gostaria de informar a estas pessoas que não preciso disso, tenho minha vida limpa e nestes 47 anos de vida, nunca participei de falcatruas; não fechei o acesso de ninguém às praias; pelo contrário; sempre defendi o direito das pessoas de ter o livre acesso a praia.

Pois um projeto que o IMA está desenvolvendo é uma ação de inteira responsabilidade deles e eu como prefeito. Participei das reuniões de apresentação do projeto, assim como vários donos de bugres e presidentes de associações, e na ocasião todos acharam o projeto muito bom e para minha surpresa, ontem mudaram de opinião e jogaram a culpa em mim.

Gostaria de informar a essas pessoas que não vou recuar. Quem me acusou que prove na justiça e o meu trabalho vou continuar fazendo de cabeça erguida, até o dia que o povo de Porto de Pedras me quiser como administrador. Fiquem todos com Deus.

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH