Interior

25 de abril de 2019 16:40

Bugueiros liberam AL-101 Norte depois de protesto contra fechamento da praia do Patacho

Manifestantes não ficaram satisfeitos com medida tomada pelo Instituto do Meio Ambiente

↑ Protesto na AL-101 Norte (Foto: Divulgação)

Mais de 100 bugueiros, das 4 associações existentes na Rota Ecológica, protestaram e bloquearam durante toda a manha desta quinta-feira a AL 101 Norte, nos limites dos municípios de Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, no litoral Norte de Alagoas. A manifestação, que já vinha sendo anunciada há alguns dias nas redes sociais e em grupos de WhatsApp, ocorre por conta que o Instituto do Meio Ambiente (IMA) bloqueou o acesso de veículos na Praia do Patacho, em Porto de Pedras.

O protesto de bugueiros que fazem passeios turísticos na mais famosa praia de Porto de Pedras ocorreu na AL 101 Norte e os veículos ficaram na pista bloqueando o trânsito nas cidades litorâneas. Os manifestantes não ficaram satisfeitos com a medida tomada pelo Instituto do Meio Ambiente e decidiram protestar na manhã desta quinta-feira.

O impedimento da entrada de veículos à Praia do Patacho entrou em vigor na noite desta quarta-feira, depois que o IMA publicou a proibição. Os manifestantes dizem que apenas uma entrada de 200 metros foi liberada para os pedestres na praia. Mas os bugues estão proibidos de passar.

O IMA informou que o acesso, por onde os bugueiros faziam os passeios, é uma área de recuperação de vegetação nativa e por isso foi necessário tomar a medida. A Prefeitura de Porto de Pedras informou que a área pertence à União e que o órgão ambiental tem a autorização do Governo Federal para restringir o acesso à praia.

De acordo com o governo municipal, houve uma reunião com bugueiros, IMA e representantes da Prefeitura de Porto de Pedras para discutir o tema. Ainda segundo a gestão do município, uma nova rota(licenciada) para os buqueiros foi determinada e o acesso à Praia do Patacho continua liberada para pedestres e turistas. Apenas veículos estão impedidos de entrar na área de recuperação de vegetação nativa.

O presidente da Associação dos bugueiros de São Miguel dos Milagres, Marcelo, afirmou que vai recorrer na justiça contra essa proibição, que segundo ele, é absurda. Por volta de 11 horas da manhã a pista foi liberada.

O IMA publicou a seguinte nota: “O plantio de vegetação nativa feito pela equipe do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) no município de Porto de Pedras é parte da continuidade dos trabalhos do projeto Salsa Viva, no litoral alagoano, e ordenamento do tráfego de veículos na praia. O local era utilizado para passeios de bugre que terão continuidade em nova rota, chamada Rota Verde.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH