Interior

15 de fevereiro de 2019 08:41

Bando explode duas agências bancárias em Porto Calvo

Grupo de cerca de 20 homens armados também atacou prédio da delegacia e PM

↑ Quadrilha explodiu a agência da CEF (foto) e em seguida a do BB (Foto: Divulgação)

Por volta das 3 horas da madrugada de ontem (14), moradores do centro da cidade de Porto Calvo, Norte de Alagoas, acordaram assustados com explosões e muitos tiros. Em uma ação audaciosa, um grupo de mais ou menos 20 criminosos, fortemente armados, deram início a uma verdadeira madrugada de terror na cidade. Eles explodiram a agência da Caixa Econômica Federal (CEF) e em seguida a do Banco do Brasil (BB), ambas localizadas no centro da cidade, bem próximas uma da outra.

Antes da ação criminosa, a quadrilha espalhou por algumas ruas e nas rodovias AL-105 e AL-465, centenas de grampos pontiagudos para dificultar qualquer ação e chegada de veículos. Em seguida atacou a Delegacia de Polícia Civil e a sede da 2ª Cia. da Polícia Militar, que fica ao lado da agência do Banco do Brasil. Vários disparos de arma de fogo de grosso caibre foram efetuados contra as viaturas da Polícia Civil e nos carros particulares dos agentes de plantão. Dispararam também contra uma viatura da Polícia Militar.

Depois disso iniciaram aos ataques às duas agências. Primeiro explodiram os caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, que ficou bastante danificada. Em seguida partiram para a agência do Banco do Brasil, distante pouco mais de 50 metros.

Criminosos espalharam pelas rodovias AL-105 e AL-465 grampos para dificultar perseguição ao bando (Foto: Divulgação)

Testemunhas contam que o bando estava fortemente armado, formado por cerca de 20 homens, em duas caminhonetes, uma Amarok preta e uma Hilux SW4. Eles explodiram os caixas eletrônicos das duas agências que ficam próximas uma da outra na Rua Doutor Antônio Dorta, centro da cidade.

A busca pelos criminosos começou ainda na madrugada com agentes do Pelopes, vindos de Maragogi. Por volta das 7h a Amarok foi encontrada abandonada próximo a um restaurante, às margens da rodovia AL-465.

Ainda na parte da manhã chegaram os agentes da Polícia Federal, vindos de Maceió, que vai assumir as investigações por se tratar de crime contra instituições financeiras federais. As câmeras de monitoramento da CEF e do BB serão usadas para auxiliar na investigação. Ainda não há informações se o bando conseguiu levar algum dinheiro.

Os moradores do pacato município ficaram assustados com a ação criminosa. Algumas pessoas chegaram a relatar que o barulho foi muito alto e que na cidade nunca aconteceu algo parecido. Outros relataram que a correria e o barulho dos tiros foram assustadores. Nas redes sociais, fotos da CEF com os guichês danificados circulam e do BB com marcas de tiros na parede.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH