Interior

12 de fevereiro de 2019 18:07

CREA vai emitir novos laudos sobre barragens do Bálsamo e da Cafurna

Objetivo é tranquilizar a população e assegurar que as duas barragens não oferecem riscos

↑ (Foto: Diego Wendric / Ascom Palmeira dos Índios)

Representantes do IMA, Defesa Civil, FUNAI, Corpo de Bombeiros, CREA, MPF, OAB, IFAL e IBAMA estiveram nesta terça-feira (12) em Palmeira dos Índios, a pedido do prefeito Júlio Cezar, para vistoriar as barragens de Cafurna e do Bálsamo. Cada órgão, dentro da área de atuação, colaborou para a emissão de um novo laudo, além de apontar quais as medidas que devem ser adotadas daqui por diante.

Depois de percorrer as duas barragens, o coordenador da equipe do CREA engenheiro Maurício Malta, disse que as duas barragens não oferecem perigo para a população palmeirense. “A quantidade de água da barragem da Cafurna, por exemplo, não merece este clamor. Já a do Bálsamo, mesmo sendo mais profunda, também não oferece nenhum risco. O que existe no Bálsamo é briga de donos de terra pela água. De toda maneira, vamos fazer o laudo com as devidas viabilidades e responsabilidade técnicas, que será lavrado pelos engenheiros e geólogo do Crea. Pedimos que acalmem o coração e acho importante criar um comitê para a barragem do Bálsamo, que é de competência federal, mas aliado aos governos estadual e municipal, para fiscalizar a região”, assegurou o engenheiro.

O prefeito Júlio Cezar acompanhou de perto todo o trabalho e vai agendar com a Defesa Civil do Estado de Alagoas, uma reunião com moradores da região do Bálsamo, para que fiscalizem a barragem e evitem a retirada irregular de água do local. “Já temos um laudo assinado pelo engenheiro José Antônio que nos tranquiliza muito, porém foi prudente de nossa parte prudente buscar outras opiniões. Vamos aguardar o laudo técnico do CREA, que também passará pelo Ministério Público Federal. Precisamos deixar a população ainda mais tranquila e termos a certeza de que as barragens não oferecem riscos, como foi divulgado em redes sociais, causando pânico na população. Quando o laudo estiver pronto, divulgaremos e poderemos tranquilizar a todos de forma concreta. Se tiver algum reparo para ser feito nas duas barragens, será feito”, disse o prefeito Júlio Cezar.

Fonte: Ascom Palmeira dos Índios / Texto: Lucianna Araújo

Comentários

MAIS NO TH