Interior

22 de janeiro de 2019 14:38

Rodovias na região Norte estão em péssimas condições após as chuvas

AL 480 e AL105 foram alvos de muitas reclamações de motoristas

↑ AL 480 apresenta buracos em quase toda sua extensão (Foto: Reprodução)

Duas rodovias estaduais, a AL 480, que liga os municípios de Porto Calvo a Jundiá, interligando também com a BR 101 e a AL 105, entre Porto Calvo e Jacuípe, entraram em estado de atenção depois das fortes chuvas que vem caindo em toda a região Norte desde a semana passada. As duas rodovias entraram novamente na mira das reclamações de motoristas que usam as estradas todos os dias entre os vários municípios.

Condutores que trafegam pela rodovia AL 480 foram às redes sociais e publicaram fotos e vídeos com reclamações das mais variadas expondo as péssimas condições da malha viária, que tem prejudicado todo o trafego na região. A pista apresenta buracos em quase toda sua extensão e quando chove, como tem acontecido nos últimos dias, a situação se agrava. Desde marco do ano passado, quando tempestades de fim de verão caíram na região, a situação continua a mesma.

Nos últimos dias veículos quebrados na rodovia se tornaram cenas comuns. Quem transita com frequência tem tido muito cuidado para não sofrer nenhum acidente por causa dos incontáveis buracos. Para agravar a situação em vários trechos da pista não existe mais asfalto. A situação tem prejudicado, sobretudo, moradores dos assentamentos rurais instalados na região, pois dificulta a saída da produção de frutas e hortaliças vendidas nas feiras das cidades.

Por outro lado, na rodovia AL 105, que liga Porto Calvo a Jacuípe, a situação é ainda mais grave, porque além dos buracos provocados pelas chuvas, existe uma grande quantidade de bois que saem das fazendas e assentamentos próximos e vão buscar alimentação ao longo da estrada, colocando duplamente a vida em risco de quem transita pela rodovia.

O superintendente de Operação do Departamento de Estradas de Rodagem de Alagoas (DER/AL), Iran Menezes, reconheceu o problema e disse que a situação em ambas as rodovias deve mudar, já que se encontram no cronograma para serem recuperadas.

Fonte: Tribuna Hoje / Cláudio Bulgareli

Comentários

MAIS NO TH