Interior

4 de dezembro de 2018 15:48

ONG aciona campanha de arrecadação para atender povo sertanejo de AL

A campanha consiste na arrecadação de roupas, calçados e alimentos, visando atender centenas de famílias que vivem em extremas condições de pobreza

↑ Pastor Jô Gomes espera levar muita felicidade para o povo de Jaramataia antes do Natal

Mais uma vez, o pastor evangélico Jô Gomes vem se empenhando de corpo e alma, a fim de garantir por meio de seu “Projeto Pesqueiro” com sede em Maceió, uma grande campanha de arrecadação de roupas, calçados e alimentos, visando atender centenas de famílias que vivem em extremas condições de pobreza, desta feita no povoado São Pedro, em Jaramataia/AL, cujo evento está agendado para os próximos dias 22 e 23, com um amplo o ato de entrega dos produtos e até atendimento médico e atividades recreativas.

“Quem quiser nos ajudar com doações, pode entrar em contato pelos telefones (82) 99915-0718 ou (82) 99909-4105” diz Jô Gomes, que nesta terça-feira, passou o dia em Arapiraca concedendo entrevista a algumas emissoras de rádio da cidade. Diz que essa campanha é para arrecadar doações de roupas, calçados infantis e cestas básicas. “Além das doações, a ação que ocorrerá este mês em Jaramataia; terá atividades recreativas e atendimento médico gratuito” afirma.

O coordenador do Projeto Pesqueiro, Jô Gomes confessa que o Projeto Pesqueiro, é uma organização cristã que já realizou dezenas de ações sociais em diversas cidades do Sertão de Alagoas; sobretudo nas comunidades mais carentes. “O nosso projeto tem vínculo com a ‘Associação Dorcas- Alagoas Querendo Viver’, uma ONG que já levou mudança de vida a centenas de adultos e crianças; tanto em Maceió como no interior; seja através de doações de alimentos e roupas ou através de atividades esportivas e cursos profissionalizantes” disse Jô Gomes.

Histórico

A associação “Dorcas – Alagoas Querendo Viver” e o Projeto Pesqueiro tem como princípio a valorização do ser humano em todos os âmbitos, e o desenvolvimento de relações de confiança e credibilidade em todos os níveis, independente de cor, raça, religião, crenças, sobretudo espeitando as diferenças de cada ser humano, ao longo desses seus 17 anos de atividades em Alagoas.  

 

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH