Interior

28 de setembro de 2018 08:12

Ampliação dos cursos em Viçosa é tema de reunião na Ufal

Reitora recebeu prefeito de Viçosa para discutir cooperação técnica

Foi realizada, no gabinete da Reitoria, na manhã da última terça-feira (25), uma reunião com o prefeito de Viçosa, Davi Brandão e com o presidente da Câmara, Reinaldo Chagas. Além deles, estavam presentes a reitora da Ufal, Valéria Correia, o vice-reitor José Vieira, além do coordenador da Coordenadoria Institucional de Educação à Distância (Cied), Diego de Oliveira, e da professora Suzana Barrios, da Pró-reitoria de Graduação (Prograd).

Dentre as pautas discutidas durante a reunião, destacam-se o estabelecimento de um convênio  de cooperação técnica para melhorias de infraestrutura entre o município e a Universidade, a possibilidade de cursos de Educação a Distância (EaD) e presenciais na Ufal de Viçosa, a verificação de encaminhamento para arrendamento de uma área da fazenda São Luiz para pequenos agricultores, além de propostas de emendas parlamentares, referentes à unidade de Viçosa.

“Tratamos das preocupações, tanto da Ufal como as do prefeito, sobre a questão da infraestrutura do curso e de possibilitar ações conjuntas, no sentido de fortalecer essa unidade educacional”, explicou a reitora. O prefeito Davi Brandão sinalizou interesse nessa parceria com a Ufal. “É de extrema importância a presença da Universidade, não só para Viçosa, mas para toda a região. E todas as oportunidades que temos, estamos por aqui reafirmando e aumentando essa parceria”, afirmou.

Suzana Barrios explicou o objetivo da Prograd na reunião: “Discutir a possibilidade de novos cursos na unidade de Viçosa, de forma que potencialize a formação que já é oferecida ali na área de medicina veterinária. Professores que estão lá tem formação na área de ciências biológicas e a gente poderia ver a possibilidade da criação de algum curso nessa área e outras áreas, inclusive de licenciatura que poderiam ser oferecidos na modalidade EaD por meio do sistema UAB”, adiantou.

A representante da Prograd, entretanto, disse que tudo isso depende de uma negociação com o Ministério da Educação (MEC) e com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior (Capes), a ordenadora do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), que é quem oferece, na Ufal, os cursos na modalidade EaD.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH