Interior

13 de setembro de 2018 15:23

Júri condena homem a 25 anos por homicídio em Penedo

Duas irmãs e a mulher da vítima presenciaram o assassinato, em julho de 2011, mas a motivação do crime não foi esclarecida

↑ Fórum da Comarca de Penedo (Foto: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas)

O réu Josinaldo da Silva foi condenado a 25 anos e seis meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, pela morte de Lailson José dos Santos, ocorrida em julho de 2011, no município de Penedo. O júri popular foi presidido pelo juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva, da 4ª Vara Criminal da Comarca, na quarta-feira (12).

Segundo os autos, as duas irmãs e a mulher da vítima presenciaram o assassinato, que aconteceu na Rua Manoel Tavares. As testemunhas disseram que o crime foi cometido pelo réu e um comparsa, que estavam numa motocicleta. Porém, a motivação não foi esclarecida durante o processo. O réu nega ter participação no caso.

Para o juiz Antônio Wanderley, as consequências do ato são graves, uma vez que a vítima deixou dois filhos. Há também três condenações anteriores transitadas em julgado contra Josinaldo da Silva, além de outras acusações.

“Denoto que o réu agiu de forma consciente e premeditada, demonstrando um índice elevado de reprovabilidade em sua conduta, tendo se armado intencional e previamente ao encontro com a vítima […]. Apresenta uma péssima conduta social, tendo demonstrado pelo seu modo de vida a opção pela criminalidade, sendo conhecido na sociedade local como um indivíduo de alta periculosidade”, disse o juiz.

O magistrado negou ao acusado o direito de recorrer da sentença em liberdade, e manteve a prisão preventiva.

Fonte: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas / Texto: Guilherme Carvalho Filho

Comentários

MAIS NO TH