Interior

12 de setembro de 2018 18:08

Restauração de chalé em Penedo oferece à população novo espaço cultural

Edificação do final do século XIX foi, desde sua construção, considerada um projeto de vanguarda

↑ Chalé dos Loureiros em Penedo-AL (Foto: Divulgação)

Às margens do Rio São Francisco, a cidade de Penedo é uma pérola do estado de Alagoas. Seu conjunto histórico e paisagístico, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1996, é composto de importantes bens da arquitetura religiosa do Nordeste e da arquitetura civil moderna. Entre essas edificações, uma se destaca na paisagem. Conhecida como Chalé dos Loureiros, a edificação do final do século XIX foi, desde sua construção, considerada um projeto de vanguarda.

Reunindo diversos estilos arquitetônicos, a casa possui elementos valiosos, como pisos de madeira, telhas em ardósia e pinturas de parede que são verdadeiras obras de arte. Toda essa riqueza foi completamente restaurada e agora o Chalé dos Loureiros está pronto para receber o Museu do São Francisco, equipamento cultural sobre a vida de quem vive às margens do Velho Chico.

A obra contou com investimentos do Iphan, totalizando R$ 2,7 milhões, e com projeto elaborado pela Prefeitura de Penedo. O novo museu, por sua vez, será implantado pela Fundação Casa do Penedo. A cerimônia que celebra a conclusão e entrega da edificação será no próximo dia 15 de setembro, às 20h, com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa, do diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan, Robson de Almeida, do superintendente do Iphan em Alagoas, Mario Aloisio Melo, e do prefeito de Penedo, Marcius Beltrão, entre outras autoridades locais.

Diferenciais do Chalé dos Loureiros

Considerado um edifício eclético, o Chalé dos Loureiros traz vários detalhes personalizados, como as pinturas parietais e os gradis de ferro encomendados da Europa diretamente para a residência, assim como os azulejos da copa. Foi construído fora do núcleo original da cidade, tornando-se um vetor de crescimento e desenvolvimento para Penedo, que se expandiu a partir da nova edificação.

Esses detalhes são a marca de um edifício que mudou todo o cenário e a estética de Penedo. Construído para servir de residência do engenheiro sanitarista responsável pela implantação de abastecimento de água da cidade, a casa possui elementos estéticos que quebraram os padrões da arquitetura colonial até então predominante na região.

Completamente restaurado, os trabalhos incluíram a recuperação e conservação da infraestrutura. Os marcantes lambrequins e toda a cobertura também estão plenamente recuperados, assim como o gradeamento personalizado e os pisos, que agora exibem os originais em madeira. A casa também recebeu rampa e um elevador, que garantem condições de acessibilidade ao prédio que, agora, também possui sistema de combate a incêndio. A obra também encontrou diversas pinturas de parede que estavam escondidas debaixo de camadas de tintas.

A restauração do Chalé dos Loureiros é mais uma obra da série de investimentos que vem sendo feita pelo Iphan em Penedo, por meio dos programas PAC Cidades Históricas e Agora, é Avançar, e ainda integrando as ações do macro projeto Penedo Centro de Convenções, com a requalificação do Largo de São Gonçalo e as restaurações do Casarão do Montepio dos Artistas, do Círculo Operário – Escola de Santeiros, da Biblioteca Pública de Penedo, do Teatro Sete de Setembro, e dos Galpões da orla do rio – onde estão sendo implantadas a Escola Náutica, Oficina e Marina Pública, sendo que neste último está em execução a recuperação do Cais da Marina. Ao todo, essas intervenções somam quase R$23 milhões já investidos em Penedo.

Serviço:

Entrega da obra de restauração do Chalé dos Loureiros

Data: 15 de setembro, 20h

Local: Avenida Getúlio Vargas, nº 1, Penedo/AL.

Fonte: Assessoria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

Comentários

MAIS NO TH