Interior

29 de Maio de 2018 14:44

Manifestantes fecham rodovia AL-105, em Matriz de Camaragibe

Cobrança de alto preço pelos combustíveis motivou o bloqueio da pista

↑ Manifestantes bloqueiam AL-105 em Matriz de Camaragibe (Foto: Muniz Fotos / Cortesia)

Ontem, segunda-feira (28), moradores de Maragogi resolveram bloquear e queimar pneus em protesto contra o alto valor da gasolina e apoio aos caminhoneiros, paralisando o tráfego de caminhões e ônibus de turismo nas proximidades da divisa com Pernambuco. No fim do dia o bloqueio com pneus foi desmontado.  Hoje, terça-feira (29), a menos de duas horas, manifestantes atearam fogo e bloquearam a rodovia AL-105, no município de Matriz de Camaragibe, na  Região Norte de Alagoas.

Os manifestantes impedem nesse momento o tráfego de todos os veículos, sendo carros de passeio, caminhões e ate ônibus de passageiros ou com turistas. Ambulâncias e viaturas policiais têm passagem liberada pelos manifestantes. Eles alegam que não se conformam com os altos preços dos combustíveis. Militares do 6° Batalhão de Polícia Militar estão no local e tentam negociar com os manifestantes para a liberação da rodovia.

Matriz de Camaragibe é um dos municípios que mais vem sofrendo com a paralisação dos caminhoneiros que entra em seu nono dia. A gasolina comum na cidade já chega a quase 5 reais, em apenas um posto de combustível da cidade.

Nas redes sociais, depois da publicação da matéria de ontem com manifestantes que bloquearam a rodovia em Maragogi e hoje em Matriz, muitos internautas afirmam que os manifestantes não são moradores. A estudante Carlyne Silva, por exemplo, que ficou presa no bloqueio da AL 105, afirmou em depoimento em uma rede social que os manifestantes eram do Movimento dos Sem Terra, acampados há mais de cinco anos ao longo da pista.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Litoral Norte

Comentários

MAIS NO TH