Interior

30 de abril de 2018 17:02

Acusada de matar o marido é absolvida por júri em Rio Largo

Segundo o relato da mulher, Josimar Almeida da Silva e ela estavam brigando, quando a ré foi agarrada e arrastada

↑ Fórum de Rio Largo (Foto: Caio Loureiro / Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas)

O Tribunal do Júri da 3ª Vara Criminal de Rio Largo absolveu a ré Gleiciere Cardozo da Silva, da acusação de homicídio qualificado contra o marido. Os jurados acolheram a tese de legítima defesa, em sessão na sexta-feira (27), conduzida pelo juiz Galdino José Amorim Vasconcelos.

O fato ocorreu em 18 de janeiro de 2011. Segundo o relato da acusada colhido no processo, o marido Josimar Almeida da Silva e ela estavam brigando, quando ela foi agarrada e arrastada. Gleiciere afirmou ainda que o disparo da arma de fogo, que levou o marido a óbito, foi acidental.

De acordo com Gleiciere, ela falou que não queria mais ficar com Josimar e pediu para ele pegar as coisas e sair da casa, momento em que a vítima pegou a arma e ameaçou se matar se a ré o deixasse, apontando a arma para si mesmo. A acusada afirmou que na ocasião pediu para Josimar não fazer isso, colocando a mão sobre a dele e, quando ele soltou a arma, ela se desequilibrou e ocorreu o disparo.

A denúncia do Ministério Público dizia que a ré teria praticado o crime por vingança, por suposta traição do marido. No entanto, o próprio órgão ministerial pediu a absolvição durante a sessão de júri.

Fonte: Dicom do Tribunal de Justiça de Alagoas

Comentários

MAIS NO TH