Interior

9 de março de 2018 17:59

Lixão de Palmeira dos Índios será desativado no dia 5 de abril

No mesmo dia, prefeitura realizará Seminário sobre Resíduos Sólidos

↑ Júlio Cezar (Foto: Reprodução)

Em cumprimento à Lei Federal 12.305/10 da Política Nacional de Resíduos Sólidos, ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual, e em defesa do meio ambiente, a Prefeitura da cidade alagoana de Palmeira dos Índios encerrará as atividades no lixão do município no próximo dia 5 de abril. No mesmo dia, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarhpi), realizará um Seminário sobre Resíduos Sólidos, na Agência Regional do Trabalho do município, às 8h30.

A partir desta data, todo o resíduo produzindo na cidade será encaminhado à Central de Tratamento de Resíduos (CTR), em Craíbas, para tratamento e destino corretos. Palmeira, que integra o Consórcio Público Regional de Resíduos Sólidos do Agreste Alagoano (Conagreste) e que também conta com o prefeito Júlio na diretoria, será o primeiro município do Estado a ter uma área própria de Estação de Transbordo. Até lá, será necessário a implantação da Coleta Seletiva de lixo no município, para reduzir o volume do resíduo e também a despesa com o envio à CTR de Craíbas.

A secretária Anna Luísa explicou que as obras para a construção da Estação de Transbordo de Palmeira já podem ser iniciadas, pois o município possui licença ambiental para isso. “Com esta licença já poderemos iniciar as obras. Estamos atendo as etapas do encerramento do lixão municipal, conforme acordo firmado entre o município e o Ministério Público Estadual. O município também já tem o local para a implantação da Estação de Transbordo, que funcionará no Povoado da Salgada, e poderá atender outros municípios da região”, explicou a secretária da Semarhpi Anna Luísa França.

Apesar de a Política Nacional de Resíduos Sólidos ser um desafio para todos os municípios brasileiros, o Governo Júlio Cezar cumpre o que determina a Lei, e também, uma das promessas feita em campanha e que beneficiará às comunidades do Algodãozinho, Lagoa do Rancho, Alto Vermelho Novo e Canafístula, que pediam a desativação do lixão. “O encerramento do lixão da cidade é uma boa notícia e foi um dos meus compromissos de campanha. Ter um lixão a céu aberto, nos tempos de hoje, é inconcebível e inaceitável. Seja pela degradação do meio ambiente, pela poluição do ar, do lençol freático e os danos todos à natureza e à saúde das pessoas”, destacou o prefeito.

E completou. “O meu governo tem compromisso com o meio ambiente e nós estamos trabalhando, há vários meses, com a secretária Anna Luísa, que é uma técnica muito competente, para termos um direcionamento certo quanto a isso, com a ajuda do Ministério Público. Finalmente, vamos conseguir encerrar s atividades no lixão e iremos mais além, com a primeira Estação de Transbordo de Alagoas, que será implantada no nosso município”, finalizou o prefeito Júlio Cezar.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH