Interior

25 de janeiro de 2018 09:42

Trio que aplicava golpe da casa própria tem prisão decretada

Três envolvidos foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha

↑ Imagem ilustrativa

O delegado Fernando Lustosa, titular da 7ª Delegacia Regional de Polícia, informou nesta quarta-feira (24), que concluiu e enviou a Justiça o inquérito policial sobre fraude, no programa “Minha Casa, Minha Vida” que ocorreu na cidade, de Penedo. O delegado explicou que três pessoas atuaram se aproveitaram da ingenuidade de pessoas humildes, aplicando nas vítimas, golpes financeiros.

“Esse grupo criminoso estava agindo em Penedo de forma bastante organizada, procurando pessoas ingênuas e de baixa renda, para fazerem de vítimas. As investigações apontaram que eles pediam entre três a dez mil reais dizendo que esse valor seria para pagar taxas cartoriais, o que era uma farsa”, disse o delegado.

O inquérito concluído já se encontra com o juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva, titular da 4ª Vara de Penedo. As investigações apontaram que três envolvidos no caso foram indiciados por estelionato e formação de quadrilha e tiveram pedidos de prisão formulados perante a 4ª Vara Criminal de Penedo.

O delegado disse ainda que está investigando um quarto indivíduo que poderá ser denunciado pelo Ministério Público, caso o órgão entenda que há realmente indícios de sua participação no esquema fraudulento.

Fonte: Ascom PC

Comentários

MAIS NO TH